• Amigos e companheiros ( Parte 2 )

    No islamismo e fundamental levarmos em consideração os princípios,o comportamento e devemos nos precaver do mau comportamento sempre. Devemos conhecer as pessoas para depois fazer amizades ou termos relacionamentos.

    Leia mais ...
  • A defesa de Verdade

    Fátima (A.S.) se posicionou como uma revolucionária, uma ativista, manifestando sua veia de oratória nos sermões, . Ela expressou censura quando isso enfatizava o sentido da verdade, ou tolerância e gentileza quando era necessário que assim o fizesse. Ela se distinguiu em sua oposição, desejou que esse protesto indignado permanecesse após sua morte ao expressar sua vontade de ser sepultada durante a noite, para que nenhum daqueles que a oprimiram ou que se desviaram da senda reta estivessem presentes.

    Leia mais ...
  • Fátima (A.S.) Pioneira no Papel Político das Mulheres

    Fátima (A.S.) perseverou em proteger a política da verdade com suas atitudes, palavras e sermões. Fátima (A.S.) não viveu reclusa, sua curta existência foi repleta de um maravilhoso esforço na causa divina em todos os fronts. Ela viveu para Allah e Sua Causa, e com a intenção de pôr em prática a verdade. Após o falecimento do Mensageiro de Allah (S.A.A.S.), Fátima (A.S.) iniciou uma luta sagrada de outro gênero. Sua maior preocupação então era provar o direito de Ali (A.S.) ao califado, como Imam escolhido por Deus. Todas as suas ações se concentraram nesse sublime objetivo.

    Leia mais ...
  • A Fatima (A.S.) Um Modelo para Homens e Mulheres

    A fatima Azzahra (A.S.) filha do profeta é um modelo para Mulheres e também um modelo para Homens. ela tinha uma personagem especial que pode ser um exemplo para ser humano . porque ela era uma mulher completa e Virtuosa .ela e A senhora das Mulheres do universo segundo a tradição do profeta Muhammad (a-s).

    Leia mais ...
  • Islã Começa Pelo Pensamento

    O islã nos convida ao pensamento . mas pensar sobre o que ? e como podemos pensar ? O islã considera o pensamento como a primeira base das crenças que os muçulmano sejam umas pessoas conhecedoras e umas pessoas intelectuais nas suas vidas.

    Leia mais ...
  • A ESCOLHA DOS AMIGOS E COMPANHEIROS (Parte 1)

    Os amigos e companheiros tem muita influencia na educação do ser humano e muitas narrativas revelam que quando escolhemos os amigos devemos escolhê-los bem e principalmente devemos ter amizade com aqueles que temem a Deus para que estes nos influenciem de forma positiva.

    Leia mais ...
  • Respeitar os limites pessoais de cada um

    Todas pessoas têm os seus limites e deseja que sejam respeitados, assim como Deus assim também nos ordenou. O dinheiro, a honra, os segredos, as falhas e a confiança são limites os quais ninguém deve desrespeitá-los jamais.

    Leia mais ...
  • Visitar e receber as pessoas

    • Visitar e revistar aos crentes faz com que os laços de companheirismo, amizade e união entre eles se fortaleçam e os corações se unam. Por isso a recomendação do Profeta e dos Imames. Um dos hábitos na visitação e visitar os crentes. • Não devemos diferenciar entre ser rico ou pobre para visitarmos ou darmos prioridade pela condição social.

    Leia mais ...
  • Ser solidário na alegria e na tristeza

    • Os crentes têm obrigações uns com os outros . Uma delas é aceitar os convites festivos e alegres. • Assim como também participar os eventos tristes como falecimentos. Participar do velório , da lavagem, do enterro, do culto pela alma, visitar os seus túmulos e dar os pêsames aos parentes fazem parte das obrigações de um muçulmano (a).

    Leia mais ...
  • Visitar os Doentes

    *Visitar aos doentes é parte dos princípios da educação islâmica e faz com que se sintam alegres. O Islã coloca este assunto como um dos direitos dos muçulmanos. Nesta situação o Islã nos promete uma recompensa divina. * Faz parte da educação ao visitar os doentes levar um presente consigo, passar pouco tempo em sua visita, perguntar seu estado, orar e suplicar por ele assim como conversar para resolver seus problemas e não esperar que lhe sirvam algo para comer.

    Leia mais ...
  • PROTEGER E CUIDAR DOS ORFÃOS

    1) Dentre os fatores que tornam as pessoas felizes em uma sociedade esta o ajudar e colaborar com os órfãos. 2) Amparar os órfãos é uma das obrigações dos muçulmanos ,seja esta colaboração material ou Espiritual. O amparo material são os recursos que doamos para a pessoa adquirir uma casa, roupas, alimentos, etc. Já a colaboração espiritual são os deveres de darmos amor, carinho e afeto. 3)Entendemos que é um direito dos pobres sobre os ricos que parte da riqueza dos mais abastados seja destinada aos mais pobres sendo que não devem esperar reconhecimento por isto os mais ricos.

    Leia mais ...
  • O Islã e a Educação de crianças e adolescentes

    A Educação e aprendizagem são imperativos importantes para o aperfeiçoamento e instrução do homem, pois recebendo ele uma educação adequada, poderá chegar aos elevados graus espirituais e científicos.

    Leia mais ...
  • AJUDAR A RECONCILIAR IRMÃOS

    Um dos princípios no relacionamento entre os muçulmanos e fazer com que os crentes se sintam felizes .Para isto há varias formas de podermos fazê-lo. Se esforçar para reconciliar os irmãos e solucionar os seus problemas é um dos deveres. O Islã da uma importância tremenda ao auxilio ao próximo. Os lideres religiosos consideram aos crentes com estas características e sua recompensa será dada tanto nesta vida e assim como na ressurreição

    Leia mais ...
  • Colaborar para ajudar solucionar o problema dos outros

    As pessoas devem ser como um só coração. Ajudar o próximo em suas dificuldades e problemas é motivo de aceitação e do perdão divino alem de recompensas nesta vida e na outra. A falta de consideração e ajuda com os crentes e motivo de castigo divino tanto nesta vida como na outra.

    Leia mais ...
  • Estar sempre sorrindo e Alegre

    Temos como umas das bases da educação islâmica a alegria e o sorrir. Este é um exemplo do bom comportamento das pessoas. Também faz com que as pessoas se aproximem e diminui as diferenças com os inimigos. Brincar e fazer piadas são parte de um bom exemplo de comportamento desde que não transgridamos os limites e não nos levem a termos problemas com as pessoas.

    Leia mais ...
  • Seguir o que é justo

    Ser justo significa desejarmos ao próximo aquilo que desejamos para nós mesmos em todos os direitos da vida em sociedade. Ser justo também nos proporcionará muita paz, tranqüilidade, união e amizade e como fruto resultará em uma sociedade ideal para todos. Esta qualidade e das mais difíceis relatadas pelos Imames que toda pessoa buscar em sua existência.

    Leia mais ...
  • Começa a passeata de Arbain do Imã Hussein (que a paz esteja Com ele)

    Arbaín, Chehelom, em persa, o quadragésimo dias. Milhões de muçulmanos de diferentes países vêm a cada ano para a cidade sagrada iraquiana de Karbala para comemorar o dia do Arbaín, cerimónia religiosa que marca o culminar de um período de quarenta dias de luto após o aniversário do martírio de Hussein (S.A), neto do profeta Mohammad, e o terceiro Imam xiita. Durante o dia, uma multidão vestida de preto invadiram as ruas da cidade santa seguindo ao mausoléu do Imã Hussein.

    Leia mais ...
  • O Perdão

    O perdão é um dos princípios na educação islâmica e das relações me sociedade. O perdão esta quando podemos responder a altura e perdoamos aquela pessoa em vez de revidar. O perdão nos assuntos pessoal e possível e nos direitos divinos e geral não e possível.

    Leia mais ...
  • Paciência (Parte 2)

    Os amigos de Deus para criarem a amizade, gerar companheirismo e distanciar as pessoas dos problemas e conflitos os recomendam com a paciência e deixar de lado a ira ate o ponto que isto não interfira no Direito das pessoas.

    Leia mais ...
  • Imam Sajjad (S) no topo da moralidade

    Seu nome era Ali e seu apelido Abol Hassan, conhecido como "Zeinol- Abedin", que significa adorno dos devotos, e "Sajjad" o que muitas vezes se a prostrado.

    Leia mais ...
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
O Perdão

O Perdão