Cumprir com a Promessa ou com Pacto firmado

  • Código da notícia : 780988
  • Font : abna
Brief

Cumprir a promessa e um dos mais importantes preceitos comportamentais. Deus o Altíssimo quando descreve os bons crentes nos revela que uma de suas principais características e a de que sempre cumprem com o que foi combinado entre as partes. Os muçulmanos que derem sua palavra devem cumpri-la sejam seus contratos com muçulmanos, com hipócritas ou até mesmo com os incrédulos.

Cumprir com o que se prometeu ou se firmou é um dos princípios básicos na educação islâmica .No Sagrado Alcorão e nos relatos dos Imames (a.s) com muita ênfase se citou este principio .Na visão do Alcorão Sagrado muito se relatou a ponto de tornar obrigatório seguir o que foi firmado entre as partes. O Sagrado Alcorão na surata 34 (A Viagem Noturna) no versículo 34 nos diz:
“Não disponhais do patrimônio do órfão senão da melhor forma, até que ele chegue à puberdade, e cumpri o convencionado, porque o convencionado será reivindicado.”

Aquele que quebra um contrato ou um a promessa fez uma má ação perante Deus o Altíssimo. Na surata n° 61 (as fileiras) nos versículos 2 e 3 Deus nos revela:



“Ó fiéis, por que dizeis o que não fazeis?.

É enormemente odioso, perante Deus, dizerdes o que não fazeis.“



No Islã aquilo que se promete ou se pactua com alguém deve ser cumprido como uma obrigação independente se a pessoa com quem fizemos um pacto ou uma promessa seja um crente ou um idólatra. Tanto faz que este pacto seja a nível individual ou coletivo deverá ser cumprido. No Alcorão Sagrado Deus revela ao Profeta Muhammad (s.a.w) na surata n°9 (O Arrependimento) versículo 4 o seguinte:

“Cumpri o ajuste com os idólatras, com quem tenhais um tratado, e que não vos tenham atraiçoado e nem tenham secundado ninguém contra vós; cumpri o tratado até à sua expiração. Sabei que Deus estima os tementes.”



O Imam Assadek (a.s) neste sentido nos releva : “Três coisas das quais ninguém será perdoado por Deus se não as cumprir são:



1)Devolver o que de seu dono ao seu dono independendo do tipo de pessoa que ela for.

2)Cumprir com o que foi estabelecido com qualquer pessoa

3)Fazer o bem aos pais independendo do comportamento deles positivo ou negativo para contigo. (Livro Bihar al Anwar , tomo 74).



Cumprir com o que foi pactuado é um ponto essencial nas relações em sociedade. A organização na sociedade depende do cumprimentodos pactos efetuados. Por que?

Por que todo aquele que tem um pacto mas não cumpri com os pontos tratados este pacto é anulado. Sendo assim ninguém confiaria em ninguém e como resultado não teríamos nenhum tipo de cooperação na vida em sociedade e a resolução dos problemas seria impossível. Portanto aqueles que tem força e poder procuram cobrar os seus direitos da forma como acham correta. Agora citaremos o exemplo de alguém que toma algo de outra pessoa e não a devolve. O Imam Ali (a.s) na sua mensagem a Malek Al Ashatar nos diz:

“Se fizer uma promessa ou um pacto cumpra com o que foi combinado. A Promessa ou o pacto firmado tem a mesma importância de algo que lhe deram com a intenção de entregá-lo ao seu dono”.

Até mesmo se for necessário darmos a vida para cumprirmos com o que combinado devemos fazê-lo.Todas as religiões apesar das diferenças entre si pregam que o contrato combinado entre as partes deva ser cumprido e respeitado. Ate os associadores levam em conta o que foi combinado porque as conseqüências para quem quebra um contrato podem ser negativas.

Portanto aquilo que foi formalmente tratado deve ser cumprido e não arranjarmos desculpas para quebrá-lo.Não devemos quebrar o contrato mesmo que seja com nosso inimigo. Aquele que é racional sabe que Deus o Altíssimo acerta o compromisso que foi firmado com ele e aquele que não raciocina também sabe que seu retorno será a Deus o Altíssimo. Deus colocou o compromisso como uma segurança para que todos tenham confiança e tranqüilidade nas relações em sociedade.



A importância de se cumprir com o que foi prometido



Agora veremos o grau de importância dentro do Islã daquilo que se promete. Citaremos alguns pontos importantes:

1) No Alcorão sagrado cumprir com a promessa é uma das qualidades dos crentes e na surata n°23 (Os Crentes) no versículo 8 Deus nos revela:

“Os que respeitarem suas obrigações e seus pactos”

Também em outro versículo parecido temos na surata n° 70

( As vias de Ascensão) no versículo 32 nos diz:



“Os que respeitam as suas obrigações e convênios”



O Profeta Muhammad (s.a.w) neste sentido nos diz: “Aquele que acredita em Deus e no juízo final deve cumprir com os seus pactos firmados.(Bihar al anwar,tomo 77).O Imam Ali (a.s) nos diz:” Um dos sinais do crente é cumprir com a promessa.

A base da religião é cumprir com o que foi prometido e pactuado.”(Bihar al anwar, tomo 16)



2) Em outro versículo do sagrado alcorão na descrição dos bons homens cumprir com a promessa foi citada como uma qualidade dos homens exemplares. Na surata n° 2 (A vaca) versículo 177 Deus nos revela:

“A virtude não consiste só em que orientais vossos rostos até ao levante ou ao poente. A verdadeira virtude é a de quem crê em Deus, no Dia do Juízo Final, nos anjos, no Livro e nos profetas; de quem distribuiu seus bens em caridade por amor a Deus, entre parentes, órfãos, necessitados, viajantes, mendigos e em resgate de cativos (escravos). Aqueles que observam a oração, pagam o zakat, cumprem os compromissos contraídos, são pacientes na miséria e na adversidade, ou durante os combates, esses são os verazes, e esses são os tementes (a Deus)”

Também em outro versículo do sagrado Alcorão na surata n° 19 (Maria) no versículo 54 quando Deus nos apresenta o Profeta Ismael (a.s) nos diz:

“E menciona, no Livro, (a história real) de Ismael, porque foi leal às suas promessas e foi um mensageiro e profeta.”

Portanto Deus nos revela que o profeta Ismael sempre cumpria com os seus pactos. Em uma historia do Imam Jaafar Assadek (a.s) se relatou a razão para que o Profeta Ismael (a.s) tenha sido citado como aquele que respeita seu pacto com Deus e porque efetivada os seus compromissos ate o fim.

O Profeta Muhammad (s.a.w) nos narra uma historia em um local chamado Sohre onde havia tratado um compromisso. Então naquele lugar ensolarado o Profeta (s.a.w) parou. Disseram então os discípulos ao Profeta : Melhor irmos a um local em que haja sombra. O Profeta (s.a.w) disse: Eu combinei neste local e se ele não vier ficarei aqui ate o dia da ressurreição.

3 )o Imam Assadek (a.s) nos diz com relação a cumprir com a promessa como um dos direitos dos crentes. Relata-nos o Imam: “O crente é irmão de outro crente como se fosse os seus olhos e a sua diretriz. Ele não o engana, não o pressiona e não mente a ele. Quando faz um compromisso ou pacto com ele não o engana nem volta atrás.” (Bihar al anwar, tomo 74)

O Imam Ali (a.s) nos diz: “A promessa deve ser cumprida .” Aquele que sabe que retorna a Deus o Altíssimo não engana o próximo. E chegaremos a um dia em que os enganadores serão a maioria. E os enganadores serão tidos como espertos e inteligentes. Qual o lucro que obterão estes? Responde o Imam ali (a.s): “Deus com certeza os matará .” Com certeza os espertos sabem como enganar os outros mas também sabem se abster dos pecados mas não o fazem. Da forma que eles tem a capacidade de enganarem tem a capacidade de darem importância às leis divinas e se afastarem dos pecados. (Bihar al Anwar, tomo 75)

O crente não deve forma alguma através da razão quebrar o seu pacto. Portanto o Profeta Muhammad (s.a.w) mesmo tendo de suportar as dificuldades daqueles que o provocavam cumpria sempre os seus pactos com eles. Até que as regras divinas fossem seguidas pela sociedade pactos seriam cancelados. Na surata n°9 (O arrependimento) no versículo 1 Deus nos revela:

“Sabei que há imunidade, por parte de Deus e do Seu Mensageiro, em relação àqueles que pactuastes, dentre os idólatras.”

Após este versículo ter sido revelado os pactos feitos com o Profeta(s.a.w) teriam de ser respeitados.



6) Deus o Altíssimo disse ao Profeta (s.a.w) e aos Imames (a.s) que deveriam cumprir com os seus pactos. A partir daí se tornou um principio básico que todo o muçulmano cumpra os seus pactos firmados. Num hadis do profeta Muhammad (s.a.w) nos diz: “Quebrar um pacto é um sinal dos hipócritas.”

As características do hipócrita são três:

1)Quando conversa ou fala com alguém sempre mente.



2)Quando assinar um contrato não o cumpre e o quebra.



3)Se lhe entregarem algo em confiança não há devolve a seu dono. (Bihar Al Anwar, tomo 72)





O Imam Ali (a.s) nas recomendações a Malik Al Ashtar lhe disse: “Tenha cuidado se disser que vai cumprir um pacto e não o cumprir. Porque indagou Malik? Disse o Imam ali (a.s): Porque quebrar um pacto leva a pessoa a ser castigada por Deus e será mal vista e não aceita pelas pessoas.” (Bihar al Anwar , tomo 75)

Deus o Altíssimo na surata n° 61 (As Fileiras) versículo 3 Deus nos revela:

“É enormemente odioso, perante Deus, dizerdes o que não fazeis.”



O Imam Assadek (a.s) nos diz: “A Promessa a um irmão crente é como a promessa que fazemos a Deus solicitando algo. Quando Deus cumpre o que foi pactuado conosco devemos pagar o que havíamos prometido.”

Se um irmão quebrar um pacto não há o que o perdoe. Sendo assim aquele que quebrar uma promessa quebrou uma promessa com Deus o Altíssimo.

Deus se aborrecera com ele e será assim motivo de sua ira. Esta é a interpretação do versículo coranico acima citado.

(Usul al Kafi, tomo 2)

O Imam ali (a.s) : “Aquilo que efetivamente não possa cumprir não prometa e não faça promessas impossíveis. Sempre que souber que não pode cumprir com algo não prometa jamais.“ (Bihar Al Anwar, tomo 20)

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
A MENTIRA