Seguir o que é justo

  • Código da notícia : 790063
  • Font : abna
Brief

Ser justo significa desejarmos ao próximo aquilo que desejamos para nós mesmos em todos os direitos da vida em sociedade. Ser justo também nos proporcionará muita paz, tranqüilidade, união e amizade e como fruto resultará em uma sociedade ideal para todos. Esta qualidade e das mais difíceis relatadas pelos Imames que toda pessoa buscar em sua existência.

È  um  dos princípios e  bases islâmicas como relação à  educação seguir o que é justo quer dizer ficarmos do lado da justiça sempre mesmo que isto de alguma forma venha a nos prejudicar. Tudo aquilo que desejamos  e esperamos que as pessoas façam para nós devemos não só fazê-lo mas gostar de fazê-lo ao próximo.

O tema “Seguir o que é justo” e suas influencias na sociedade e de  grande importância para que as pessoas tenham seus direitos assegurados e de forma correta a justiça seja feita. Temos normas e regras que devem ser seguidas em sociedade para que tenhamos um padrão e não devem existir regras diferenciadas apenas para alguns. Não parte de uma  sociedade seguir normas que acha interessante e deixar outras que não lhe interessem. O problema na realidade está em que as maiorias das pessoas no momento de falar  apenas falam o que é correto mas no momento de efetivamente executar e especialmente se for em detrimento próprio não o realizam. O Imam Ali (a.s)  nos diz:

O tema de falar em justiça é muito amplo e vasto mas na hora de executar o que é direito se torna muito estreito.”

(Bihar Al Anwar, tomo 27, hadis 14) 

 

A interpretação deste hadis quer dizer que quando as pessoas falam sobre o direito do próximo falam muito mas na hora de efetivamente

dar-lhes o que é justo não aceitam . Em muitas narrativas assim como no Sagrado Alcorão muito se falou sobre este tema .

O Sagrado Alcorão em algumas suratas em relação a obedecer ao que é justo e direito muito citou. Na surata n°6 Al Na’am (O Gado) no versículo 152 nos diz:

    

 

Não disponhais do patrimônio do órfão senão da melhor forma possível, até que chegue á puberdade; sede leais na medida e no peso- jamais destinamos a ninguém carga maior á que pode suportar. Quando sentenciardes, sede justos, ainda que se trate de um parente carnal, e cumpri os vossos compromissos para com Deus. Eis aqui o que Ele vos prescreve, para que mediteis.”

 

Deus o Altíssimo frisa a justiça e permanecer ao lado dos justos como dois pontos principais.

A primeira é que pode  vir a acontecer  que o direito se volte  contra o próprio ser humano ou aos seus familiares. Não devemos olhar desta forma o direito . Algumas vezes com relação à justiça pode ocorrer coisas inusitadas. Por exemplo às vezes damos razão a uma pessoa pobre   mesmo sabendo que a razão não esta com ela. Ou porque alguém é muito rico acabamos lhe dando a razão o que é considerado incorreto. Não devemos dar a razão a  fatores   como a riqueza ou a pobreza por exemplo. Também em outro versículo coranico na surata n° 5 Al Maida (A Mesa servida) versículo 8 nos diz:

 

Ó fiéis, sede perseverantes na causa de Deus e prestai testemunho, a bem da justiça; que o ódio aos demais não vos impulsione a serdes injustos para com eles. Sede justos, porque isso está mais próximo da piedade, e temei a Deus, porque Ele está bem inteirado de tudo quanto fazeis.”

 

Neste versículo percebemos que depois de ordenar a justiça  e ao que é mais justo não devemos responder a alguém  que nos ofendeu querendo fazer justiça atuando desta forma.

O Profeta (s.a.w) e os Imames (a.s) nos relatam em varias narrativas a importância da justiça e de seguir o que é mais certo justo e direito.

Parte destas narrativas relataremos abaixo. O Profeta (s.a.w) nos diz:

O mais justo dos homens  é aquele que tudo o que  deseja para si também o deseja para o próximo. E tudo aquilo que não deseja para si não deseja ao seu próximo”. (Bihar Al Anwar, tomo 75, Hadis 51)

Em outro hadis do Profeta nos  ensina que:

Aquele que ajuda aos pobres e é justo com as pessoas sem duvida que é um muçulmano.” (Bihar Al Anwar, tomo 75,parte 35, Hadis 5)

O Imam Ali (a.s) num hadis diz que seguir o que é justo nos proporciona respeito e dignidade perante as pessoas.

Aquele que perante as pessoas age de forma correta Deus lhe amará e se tornará  dos mais queridos perante Ele.”

(Bihar Al anwar, Parte 35, Hadis 25)

O Imam Ali (a.s) nos ensina  perfeitamente os limites em seguir o que é direito quando explica ao seu filho Imam Hassan (a.s ) esta narrativa:

“Oh filho meu! Sua alma deve ser justa ao ponto que aquilo que deseje para ti deves desejar ao seu próximo. E aquilo que não desejes para ti não  deverá desejar aos outros. Não oprima e não faça nada a ninguém . Faça o bem aos outros da mesma forma como gostaria que fizessem a você. Não de maus exemplos  as pessoas . Aquilo que considere mal para si considera ruim para os outros. Tudo aquilo que aceite para si aceite para os outros. E tudo aquilo que não conhece não apresente . Apresente apenas aquilo que sabe e conhece. E não diga algo a alguém que não gostaria que lhe dissessem.”

(Bihar Al Anwar tomo 75, parte 35,hadis 21)

A explicação deste hadis nos diz tudo aquilo que desejamos para nós

devemos desejar aos outros. Devemos pensar em nossos atos  se serão aceitos pelo nosso semelhante ou não.

Neste  hadis com relação a este tema o Imam Ali (a.s) ensina a Malik Al Ashtar :

“Com relação a Deus e as pessoas , tanto a você como a seus companheiros recomendo-os com a justiça e seguir o que é mais justo. Pergutou Malik: O que acontece com aquele que não é justo?Respondeu o Imam : Passará  a ser considerado um opressor .E aquele que oprime o outro se  tornara um inimigo de Deus . E aquele que Deus se zangue com ele não terá  o seu perdão. E este tipo de pessoa esta em conflito com Deus  até que deixe de lado a opressão e a tirania.”

(Bihar Al Anwar, tomo 73, parte 30, hadis 744)

         Como parte dos ditos do Imam ali (a.s) alguns pontos com relação às ações em sociedade foram descritas:

 

1)  Ser justo faz com que os corações se unam .

 

 

2)  Ser justo  proporciona o amor e a amizade entre as pessoas.

 

 

3)  Ser justo faz com as diferenças de opinião desapareçam e une as pessoas .

 

 

4)  Ser justo faz com que tenhamos paz e tranqüilidade. Aqueles que são justos estão sempre em paz.

 

 

5)  Ser justo faz com que tenhamos um bom relacionamento com as pessoas.

 

 

 

6)  Aquele que é justo tem muitos amigos e companheiros.  

 

Lembrar o com Comportamento

 

Do conjunto de temas  temos colocado a importância de ser justo e seus efeitos em sociedade. Os versículos do sagrado alcorão nos deixam claro que devemos desejar ao outro o que desejamos para

nós mesmos. Ser justo numa  sociedade islâmica significa que todos são considerados iguais. O Imam Ali (a.s)   no diz:

“Ser justo nos proporciona paz,tranqüilidade,união e amizade entre as pessoas.”

 

Um ponto importante que gostaríamos de ressaltar é o de que aquilo que desejamos para nos mesmos devemos desejar ao próximo é sem duvida um dos objetivos mais elevados na educação islâmica.

O que causa dificuldade  à aplicação desta questão infelizmente é a admiração que o ser humano sente por si próprio , um desejo egoísta de querer tudo para si e sempre imagina que ele é o mais importante. Deixar de lado o amor próprio e algo bem difícil. O Imam Assadek (a.s) em um hadis nos diz:

 

“Lhes recomendo uma das mais difíceis normas a de que sejas justo com o teu semelhante.”

 

Em uma outra narrativa temos uma historia em que um senhor chamado Abdul Ali foi ao encontro do Imam Assadek (a.s) lhe entregar uma carta .Nesta carta havia uma pergunta sobre o direito dos crentes. Fiquei aguardando e nada da resposta. O Imam me respondeu varias questões menos esta sobre o direito dos crentes. Certo dia quando retornava da cidade de Medina com a intenção de me despedir do Imam Assadek (a.s) lhe perguntei:

“Porque não a minha pergunta?”.

Respondeu o Imam:

“Tenho medo que lhe falhe a verdade e de que não faça o que tem de ser feito  e que acabe se afastando da religião. Disse então o Imam. As mais difíceis normas que deve seguir um ser humano são três”:

1°) Ser justo  e eqüitativo consigo mesmo  e com os outros.

Seja justo e aja corretamente da mesma forma que gostaria que fossem contigo.

 

2°)  Que toda pessoa destine parte de seu ganho pessoal para auxiliar a um necessitado. Não deves pensar o ser humano apenas em si mesmo.

 

3°)  Nunca esqueça que esta na presença de  Deus em todos os atos que realize e em todos os estados que se encontre. Sempre em todos os seus atos procure ver aquilo que Deus deseja em primeiro lugar.

 

Portanto ser justo com o próximo  tanto o Profeta (s.a.w) como os Imames da casa Profética (Ahlul Bait) colocaram como uma das obrigações mais difíceis a serem praticadas. E para sermos justos temos que combater o nosso próprio ego para chegarmos a este objetivo.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
A MENTIRA

A MENTIRA