Ser solidário na alegria e na tristeza

  • Código da notícia : 801203
  • Font : abna
Brief

• Os crentes têm obrigações uns com os outros . Uma delas é aceitar os convites festivos e alegres.
• Assim como também participar os eventos tristes como falecimentos. Participar do velório , da lavagem, do enterro, do culto pela alma, visitar os seus túmulos e dar os pêsames aos parentes fazem parte das obrigações de um muçulmano (a).

Os crentes em suas relações de irmandade entre si alem se esforçarem  para resolver seus problemas e dificuldades pessoais ou coletivas devem ser solidários seja na alegria ou na tristeza.

Originalmente se conhece  que é seu irmão nos momentos de alegria e de tristeza. Um dos princípios e partilharmos em seus momentos de alegria .Na vida em sociedade muitos fatos acontecem que podem nos tornar alegres ou tristes. Nesta ocasiões desejamos que as pessoas estejam conosco.

A participação dos amigos, parentes e pessoas conhecidas tanto n alegria como na tristeza são essenciais. O ser humano se sente bem quando compartilha seus momentos. Da mesma forma que desejamos que os outros partilhem conosco seus momentos seja de alegria ou de tristeza devemos ser solidários com os outros nestes momentos. Nas narrativas islâmicas a relação de irmandade e amizade entre os crentes deve ser bilateral , isto é de ambas as partes deve ser proporcional e recíproca. Com relação a este tema vamos explicar dois pontos importantes:

 

1)Aceitar o convite:

 

     Aceitar um convite é considerado um direito no Islã. O Imam Assadek (a.s) com relação a este tema nos diz :

 

 “Dentre os direitos de um muçulmano tem sobre o outro e o de que aceite seu convite .”

(Bihar al Anwar tomo 75, parte 89, hadis 6)

 

Estas narrativas comprovam a importância em acatarmos as normas.

È possível que as pessoas tenham diferentes formas de convidar .

Algumas vezes o convite é para um trabalho, outras para adquirir um empréstimo, outras para uma viagem outras para um evento ou um jantar , aniversario ou casamento. Umas das mais conhecidas e para jantar ou para um evento. È normal que alguém convide  pessoas para um jantar ou evento e que gaste para tal , procurando fazer algo agradável o que lhe acarretara algum trabalho. Faz tudo isso com a intenção que as pessoas participem de tal evento o qual tem dois benefícios:

 

1)  Que a pessoa se torne alegre

 

2)   Proporcionarmos-lhe o devido respeito   

 

A pessoa só deve recusar um convite desde de que tenha uma desculpa plausível, sendo assim estará dispensada. Nesta mesma direção temos um belo hadis do Profeta Muhammad (s.a.w) que nos diz:

 

“Aceitar o convite faz parte da religião .”  

 

Em outro hadis do Profeta (s.a.w) nos diz:

“Aquele que não aceita um convite a Deus e ao seu Profeta desrespeitou.”

Mas aceitar um convite de alguém em que apenas os ricos comparecem e os pobres nunca são vistos nela não é recomendado. Neste hadis o Profeta (s.a.w) nos ensina que não aceitar um convite é considerado um pecado e entendemos que aceitar um convite de um crente é um direito que ele tem sobre ti.

 Mas o que na visão do Profeta não é bem aceito é convidar os ricos e esquecer os pobres . Originalmente o Islã não aceita que a base para se respeitar alguém seja o seu poder aquisitivo.

A referencia no Islã é a fé do individuo. O Imam Ali (a.s) reprimiu o governador da região de Basra porque havia convidado a Osman Ibn Hanif . O Imam ali condenou esta atitude tanto que em seu livro Nahjul Balagha se refere a ele desta forma:

“Chegou aos meus ouvidos que você foi convidado por  fulano de tal. Soube também que lhe ofereceram as comidas mais nobres e mais caras. E você aceitou. Eu nunca imaginei que você foi aceitar se sentar em uma mesa em que os pobres jamais se sentariam.”

(Bihar al Anwar tomo33 , parte 29, hadis 686)

Nas próximas aulas explicaremos como deve ser um convite.

Nosso assunto é de como devemos aceitar um convite.

O hadis do Profeta (s.a.w) nos diz que devemos aceitar sempre um convite desde de que não haja pecado. 

 

2) Visitar sempre que  algum membro da  família falecer. Um dos mais importantes pontos e participar nos funerais. Em muitas narrativas do imaculados imames eles citam o dever de um crente em participar do funeral, da lavagem , do enterro assim como visitar os parentes do falecido.         

     Há muita recompensa para quem participa desses atos e parte 

     Destes atos como lavar o morto, vestir-lhe com a mortalha, enterrar o morto sobre toda a comunidade islâmica. Quando uma pessoa cumpre com esta obrigação libera toda a comunidade de sua responsabilidade. Devemos levar em consideração alguns hadices dos imames neste sentido. O Imam Backer (a.s) nos diz:

“Todo aquele que participar no cortejo de um falecido Deus no dia da ressurreição o perdorá em 4 questões:

 Toda suplica que fizer por um ente falecido os anjos anunciaram uma recompensa aquele que a recitou na mesma proporção.

Em um outro hadis do Imam Jaafar Saddek (a.s) nos diz:

“Todo aquele que participar do cortejo fúnebre de um crente Deus enviara 70.000 anjos que irão recebê-lo após a sua morte e quando estiver no tumulo suplicarem por ele. .”

(Bihar al Anwar tomo 81, parte 7, hadis 1).

Também em outro hadis do Imam Assadeek (a.s) nos diz: “ Todo aquele que participar  de um enterro terá 25 de seus grandes pecados perdoados.” ( bihar als anwar 71, parte 7, hadis 6)

Também do imam Assadek (a.s) temos um outro hadis:

“Oh Haissaime! A meus amigos mande saudações assim como lhes recomende que se abstenham de seus pecados. Também é dever dos vivos que estejam presentes na morte de seus entes.”

(Bihar al Anwar 81, parte 7, hadis 8)

O Imam Backer (a.s) nos diz: “ Todo crente que lavar a outro crente e quando o revirar de um lado ao outro disser :” Este é o corpo de seu servo o qual a alma a retirou de seu corpo havendo então a separação entre corpo e alma, tenha misericórdia de sua alma.”

(Bihar al Anwar tomo 71, parte 8, hadis 5).

Recitando estas palavras aquele que efetuou o ato da lavagem faz com que Deus apague os pecados de 1 ano de sua vida menos os grandes pecados. O Imam Assadek (a.s) nos diz: “Aquele que faz a lavagem de um morto crente e que protege seus bens sendo de sua confiança Deus o perdoara. Quem é a pessoa que se refere o Imam como sendo de confiança? Respondeu o Imam: “ È aquele que viu algo não devendo relatar aos outros o que viu.”

(Bihar al anwar tomo 71, parte 8, hadis 6)

O Imam Hassan Al Moshtabah (a.s) relata que ouviu do Profeta o seguinte:

“Não há crente que reze pela alma de outro crente sem que Deus lhe outorgue o paraíso , a não ser que seja hipócrita ou que os pais não o reconheçam como filho.”

(Bihar Al Anwar tomo 9, parte 2, hadis 5)

Temos outro hadis do Imam Assadek (a.s) que relata do Profeta :

“Todo aquele que rezar pela alma de um falecido, 70.000 anjos rezarão por ele e suplicarão perdão pelos seus pecados. Caso ele permaneça ate o fim do funeral ate que seja enterrado receberá a recompensa equivalente à montanha de Uhud em Meca.”

Estes foram pequenos exemplos da importância que se tem em realizar estes atos. Outra atividade que o crente deve praticar é nos cultos pela sua alma (7 dias, 40 dias e 1 ano) , saudar os parentes nestas ocasiões , orar por ele assim como visitar o seu tumulo.    

Temos alguns hadices neste sentido :

“Aquele que visita a alguém que perdeu um ente querido receberá a mesma recompensa .”

(Bihar Al Anwar tomo 72, parte 16, hadis 49)

Também o Profeta nos diz:

“Aquele que visita seu irmão falecido  no islã Deus lhe dará a  vestimenta da honorabilidade e será de seus queridos no paraíso.”

(Bihar Al Anwar tomo 82, parte 16, hadis 46)

O Imam Ali (A.s) nos diz:

 “Aquele que visita uma mãe que perdeu seu filho, Deus lhe dara um lugar e seu trono no paraíso.”

(Bihar Al Anwar, Parte 16, hadis 57)

Também o Imam Ali (a.s) nos diz:

 “Visitem a seus mortos, porque eles se tornam alegres com sua visita. Todo aquele que tenha um pedido que o faça no tumulo de seu pai e de sua mãe.”

(Bihar Al Anwar tomo 10, parte 7, Hadis 1)

Também do Imam Assadek (a.s) em que certa vez um de seus companheiros lhe perguntou:

 “Aquele que visita o tumulo de seus parentes recebe alguma recompensa? Respondeu o Imam:” Sim ele receberá uma recompensa da  mesma forma que você receberá.”

(Bihar Al Anwar tomo 82, parte 14, hadis 8)

Masoumeh Rabbani

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
A MENTIRA

A MENTIRA

O Perdão

O Perdão