O traje islâmico feminino

  • Código da notícia : 778768
  • Font : friendsislam
Brief

“ Ó Profeta, dize a tuas esposas, tuas filhas, e às mulheres dos fiéis que (quando saírem) se cubram com as suas mantas; isso é mais conveniente, para que distingam das demais e não sejam molestadas; sabei que Deus é Indulgente, Misericordiosíssimo.” (Alcorão Sagrado 33:59)

Hoje em dia, vemos com muita freqüência a nudez como um principal atrativo aos olhos humanos, influenciando a mente das pessoas com a sensualidade.

A mulher é naturalmente bela por seu aspecto delicado e charmoso e quando  é adicionado a nudez, torna-se presa fácil para os instintos carnais do homem.

No ocidente, as mulheres estão acostumadas a usarem  roupas curtas, apertadas, com decotes, usam biquíni, freqüentam bares, fumam, usam de sua imagem para anúncios de revistas, bebidas alcoólicas ,propagandas de televisão e na maioria das vezes estão sempre em poses provocantes despertando além do interesse da propaganda, a de seu corpo semi-nú e ainda a intitulam de “mulher livre”.

Uma mulher que é realmente  livre, veste-se com modéstia e decência, não faz uso de sua imagem e de sua honra degradando-a e  prejudicando-a, a tal ponto de quando ela menos perceber já se tornou escrava de suas paixões, sua luxúria, e os caprichos dos homens.

O Islam repudia  esta conduta visando sempre a segurança e modéstia da mulher, e a mesma é tratada como uma jóia rara no qual deve ser guardada dos olhos daqueles de  quem a querem roubar. O hijab, vestuário islâmico, confere as mulheres sua liberdade de movimento, seu respeito, sua elevada conduta e posição na sociedade, sua feminilidade, sua delicadeza,e o contrário que possa parecer não a prejudica em nenhuma atividade que venha desenvolver seja em seu lar, no trabalho, ou em um transporte, pois ela estará sempre protegida e decentemente vestida. Uma vez que ela remova este hijab, estará sujeita as provocações dos homens, e sua própria insegurança, cometendo também um ato de descrença e falta de fé, pois Deus Altíssimo disse no Alcorão Sagrado:

“ Ó Profeta, dize a tuas esposas, tuas filhas, e às mulheres dos fiéis que (quando saírem) se cubram com as suas mantas; isso é mais conveniente, para que distingam das demais e não sejam molestadas; sabei que Deus é Indulgente, Misericordiosíssimo.” (Alcorão Sagrado 33:59)

“Dize às fiéis que recatem os seus olhares, conservem os seus pudores e não mostrem os seus atrativos além dos que (normalmente) aparecem; que cubram o colo com seus véus, e não mostrem os seus atrativos.” (Alcorão Sagrado, 24:31)

A vestimenta islâmica além de trazer benefícios protegendo o corpo da mulher, traz graça e beleza, e ainda, confere a ventilação necessária ao corpo  por ser uma vestimenta ligeiramente mais folgada, protegendo também das reações climáticas externas como o sol excessivo na pele. Imaginem se o povo do deserto não usassem seus mantos para se protegerem dos raios de sol escaldantes? Com certeza teriam alto índice de desenvolvimento de  câncer de pele e nem por isso, por mais calor que faça, não saem nus, pois sabem do benefício que seus mantos o trazem nessas condições de temperatura. A vestimenta islâmica também tem um papel muito importante que é de cobrir nossas  partes íntimas de forma a não apresentar nenhuma silhueta, e o principal objetivo do hijab é este, poder cobrir de forma que não seja evidenciada as partes íntimas de uma mulher. Tal ato já foi evidenciado no início dos tempos quando Adão e Eva se viram nus pela primeira vez e rapidamente cobriram-se com folhas das árvores do paraíso:

“Ó filhos de Adão, enviamos- vos vestimentas tanto para dissimulardes vossas vergonhas, como para vosso aparato; porém o pudor é preferível! Isso é um dos sinais de Deus, para que meditem.” (Alcorão Sagrado 7:26)

Por isso  devemos ser gratos a Deus Altíssimo por esta dádiva, este presente concedido somente a nós seres humanos, e fazer dela o melhor uso possível nunca contrariando as leis divinas.

E a mulher muçulmana, como deve se vestir?

A mulher muçulmana deve cobrir todo seu corpo, deixando de fora apenas o rosto e as mãos ( os que naturalmente aparecem), sua roupa não deve ser apertada e nem decotada, não deixando mostrar parte de sua pele, não deve ser transparente e cuidado com as cores, pois cores muito chamativas irão atrair muito olhares. Ela deve usar um véu em sua cabeça cobrindo seus cabelos e este véu não deve ser trans parente e nem curto demais a ponto de não ser suficiente para cobrir seus cabelos. A maquiagem, é recomendável que não utilize , pois antes de cada oração todo muçulmano e muçulmana deve fazer a purificação com a água, a ablução, e não é permitido ter algo que impermeabilize  a água de penetrar na pele, tornando a purificação inválida para a oração, mas se a mulher ainda quiser colocar que seja bem discreta, simples e fácil de remover.O mesmo se aplica a esmaltes nas unhas.

A mulher que usa o  hijab,não deve querer se aparecer ou falar gesticulando muito, ou sentar-se de qualquer jeito, ou ficar tirando o véu em público pra arrumar ou seu cabelo que ficou mal preso, ou mesmo o véu que esta torto, pois isto com certeza chamará a atenção mais ainda das pessoas que estão em volta.

 

O uso do hijab, é uma ordem divina, portanto a mulher que o faz, é para tão somente o agrado de Deus e obediência à Ele, e não porque o marido a impôs, ou o irmão, ou família, mas o hijab é uma escolha, e uma vez feita esta escolha, deverá permanecer pra sempre sendo um pecado após um período de uso querer removê-lo.

 

A busca incessante da tal liberdade das mulheres ocidentais, fizeram na verdade crescer os índices nas delegacias da mulher  quanto a abusos sexuais, assédios, violência doméstica, morte por causa de ciúmes, agressão física , como podemos nos lembrar no caso ocorrido  no Brasil de , uma estudante universitária ir a faculdade com uma micro saia, e provocar uma desordem na faculdade inteira atraindo todos os alunos e alunas uns querendo agredir fisicamente a aluna, outros dizendo palavras obscenas, enfim uma cena horrível e degradante para uma mulher.Muitos  dos direitos conquistados pela mulher ocidental, custou o que para as mulheres muçulmanas não custou nada, pois há 14 séculos os direitos das mulheres muçulmanas foram designados e esclarecidos pelo Alcorão Sagrado.Muitas das mulheres convertidas ao Islam afirmam ter encontrado na religião aquilo que mais precisavam e antes não tinham, seus direitos resguardados,a proteção, a sua elevação na sociedade como uma personalidade não como uma aparência, e a cada 10 brasileiros convertidos ao Islam,7 são mulheres.

As mulheres muçulmanas seguem o exemplo das mulheres das épocas proféticas. Cobrem-se como Maria a mãe de Jesus o fazia, um exemplo digno de louvor, a esta casta e pura mulher que foi escolhida entre as mulheres para gerar o fruto bendito de seu casto ventre, e tornar-se uma das quatro senhoras do paraíso sendo: Mariam (mãe de Jesus), Assiyah (esposa do faraó), Khadija (esposa do Profeta) e  Fátima (filha do profeta).

E lembra-lhes, Muhammad, de quando os anjos disseram, ‘Ó Maria! Por certo Deus te escolheu e te purificou, e te escolheu sobre todas as outras mulheres dos mundos. Ó Maria! Sê devota a teu Senhor e prostra-te e curva-te com os que se curvam (em oração).’” (Alcorão 3:42-43) 
 

“E menciona no Livro, Maria, quando ela se isolou de seu povo em um lugar na direção do oriente. E colocou um véu entre ela e eles; então Nós enviamos Nosso Espírito (Gabriel), e ele apareceu como um homem em todos os aspectos. Ela disse, ‘Verdadeiramente eu me refugio no Misericordioso (Deus) contra ti, temes a Deus.’ Ele disse, ‘Eu sou apenas um mensageiro de teu Senhor, (para te anunciar) a dádiva de um filho virtuoso.’ (Alcorão 19:17-19) 
 

Louvado seja Deus o Clemente o Altíssimo, que a paz e as bênçãos de Deus estejam com o Profeta Mohammad e sua purificada linhagem, e que a Paz esteja com Maria senhora das senhoras escolhida por Deus Louvado Seja, e que as muçulmanas do mundo inteiro possam se espelhar e usar de seu belo exemplo castidade e humildade começando por suas vestimentas.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
A MENTIRA

A MENTIRA