Por que Ali (a.s) é o Imam?

  • Código da notícia : 780344
  • Font : friendsislam
Brief


Todos sabem que após o falecimento do nobre Profeta Muhammad (que a paz esteja com ele), surgiu ramificações na religião islâmica, onde cada uma acredita que tem o direito da sucessão na profecia.

Todos sabem que após o falecimento do nobre Profeta Muhammad (que a paz esteja com ele), surgiram ramificações na religião islâmica, onde cada uma acredita que tem o direito da sucessão na profecia.

     O Shiismo é uma dessas ramificações e acredita que após o falecimento do Profeta (que a paz esteja com Ele), Ali (que a paz esteja com ele) é o Imam, ou seja, o que lidera a religião.

Porém para certificarmo-nos que Ali é o verdadeiro Imam, devemos ter fatos que deixem clara a evidência da sucessão de Ali (que a paz esteja com ele).

Primeiramente devemos conhecer quem é Ali (a.s)  .

   Ali (a.s) é primo e genro do Profeta (que a paz esteja com Ele), casando-se com sua filha Fátima Zahra (que a paz esteja com Ela), sendo o único a ter um nascimento milagroso dentro da Caaba, sempre foi monoteísta, passou parte de sua vida dentro da casa do Profeta (s.a.a.s) onde teve o privilégio de aprender diretamente a conduta, lições e pensamentos do Profeta (s.a.a.s), foi o primeiro a abraçar a religião islâmica e quando os idólatras de Meca queriam matar o Profeta (a.s) foi Ali (a.s) quem dormiu no lugar dele (s.a.a.s) para protegê-lo arriscando sua própria vida, enquanto o Profeta (s.a.a.s) emigrava para Medina, a parte Ali (a.s) teve participação ativa em todas as batalhas do Profeta (s.a.a.s), no acontecimento de Ghadir Khom o Profeta (s.a.a.s) anunciou por ordem divina a sucessão de Ali (a.s) após seu falecimento, entre outros fatos que confirmam que não há pessoa mais próxima do Profeta (s.a.a.s) que Ali (a.s).

Na época do Profeta (a.s), os grandes líderes cristãos de Najran (cidade situada na Arábia Saudita), não acreditavam na nova profecia e então por ordem divina o Profeta (s.a.a.s) convocou esses grandes líderes para um desafio até que se confirmasse quem está certo ou quem está errado, este desafio era para amaldiçoar aquele que estiver errado, está relatado no capítulo 3 (a família de Imran) versículo 61 do Alcorão Sagrado e diz:

فَمَنْحَآجَّكَفِيهِمِنبَعْدِمَاجَآءَكَمِنَالْعِلْمِفَقُلْتَعَالَوْاْنَدْعُأَبْنَآءَنَاوَأَبْنَآءَكُمْوَنِسَآءَنَاوَنِسَآءَكُمْوَأَنْفُسَنَاوَأَنْفُسَكُمْثُمَّنَبْتَهِلْفَنَجْعَلْلَعْنَتَاللّهِعَلَىالْكَاذِبِينَ

 “Porém, àqueles que discutem contigo a respeito dessa questão, depois de te haver chegado o conhecimento, dize-lhes: Vinde! Convoquemos os nossos filhos e os vossos, as nossas mulheres e as vossas, a nós mesmos e a vós mesmos; então invoquemos para que a maldição de Deus caia sobre os mentirosos.”

E nesse dia várias pessoas vieram para ver quem seriam as pessoas que o       Profeta (s.a.a.s) iria trazer para este desafio.

   O Profeta (s.a.a.s) tinha esposas, porém neste dia só levou como "suas mulheres" sua filha Fátima Zahra (que a paz esteja com ela), também como "seus filhos" quem os acompanhou foram seus netos Hassan e Hussain (que a paz esteja com eles), e quanto à parte que se refere que convoquemos a nós mesmos e a vós mesmos, o Profeta (s.a.a.s) trouxe consigo seu primo e genro, Ali (a.s).

    Neste dia, os cristãos se admiraram da seguridade que tinha o Profeta (s.a.a.s), pois eles haviam trazido muitas pessoas enquanto o Profeta (s.a.a.s) não havia trazido nada mais que quatro pessoas, então eles desistiram deste desafio, e vários cristãos se tornaram adeptos da religião islâmica. 

Na parte que dizia convoquemos a "nós mesmos e a vós mesmos", o Profeta (s.a.a.s) poderia ter vindo só, ou ter trazido um de seus companheiros, porém existe um motivo para ter trazido Ali (a.s), como se fosse ele mesmo, ou na parte que dizia traga a nossas mulheres e as vossas mulheres, devemos lembrar que o Profeta (s.a.a.s) tinha esposas, porém ele trouxe sua filha Fátima Zahra (que a paz esteja com ela).

Estudando a história do islam percebemos que muitas coisas o Profeta (s.a.a.s) indicou aos muçulmanos com atos. Não foi dito diretamente a população devido aos riscos que se havia, e os objetivos eram maiores. Porém a história mesmo ja mostra para aqueles que pesquisam a posição do  Imam Ali (a.s) no islam e que pessoa melhor para dar continuidade na pregação do islam não havia.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
O Perdão

O Perdão