Mortes em explosão em comício do primeiro-ministro da Etiópia

Mortes em explosão em comício do primeiro-ministro da Etiópia

Uma explosão interrompeu, neste sábado (23), o comício do primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed Ali, na Praça Meskel, na capital Adis Abeba. Há registros de mortos e feridos, afirmou o chefe do Governo etíope.

De acordo com o governo local, citado pela agência France Presse, seis destes feridos estão em "estado crítico" mas não existe registo de mortos no local.

O governante, Abiy Ahmed, que tinha acabado de discursar e acenava para a multidão foi evacuado do local pela equipa de segurança, não tendo sofrido qualquer dano.

Segundo a cadeia de televisão OMN, citada pela agência EFE, duas mulheres e um homem foram detidos pela polícia atrás do palco onde decorria o comício, em que participavam milhares de pessoas, em Meskel Square, na capital Addis Abeba.

Abiy Ahmed, 42 anos, assumiu o cargo em abril e rapidamente surpreendeu o segundo país mais populoso de África ao anunciar uma onda de reformas políticas e económicas.

O primeiro-ministro da nação do Leste da África, que tomou posse em abril, classificou a explosão como o resultado de um "ataque bem orquestrado".

O atentado ocorreu logo após o discurso de Abiy Ahmed Ali, enquanto o primeiro-ministro reformista acenava aos presentes. Segundo a BBC, o chefe do Governo foi imediatamente retirado do local pela equipe de segurança.

No local estavam milhares de apoiadores de Abiy Ahmed. As autoridades e os meios de socorro estão no local. Ainda não foi revelado o número de vítimas nem os autores do ataque. Abiy Ahmed Ali, de 42 anos, tomou posse em abril e rapidamente introduziu, no segundo país mais populoso da África, uma onda de reformas políticas e econômicas que têm gerado polêmica.


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Quds cartoon 2018
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016