Opinião: Egito tem direto de intervir nos assuntos internos da Líbia

  • Código da notícia : 839678
  • Font : br.sputniknews
Brief

O especialista militar major-general Mahmud Kahalaf disse que o Egito tem todo o direto a efetuar uma intervenção militar na situação da Líbia e prestar a ajuda necessária ao exército do país.

"Hoje o Egito presta ajuda à Líbia. O direito a uma intervenção militar num país vizinho está previsto pelo artigo 51º da Carta da ONU. Este artigo prevê uma intervenção militar num país vizinho, se a situação no país em crise representa uma ameaça para seus vizinhos. Temos direito a tais ações, porque o exército da Líbia não é capaz de lidar com a situação", disse.
A questão da segurança do Egito está ligada diretamente com a situação na Líbia, porque os países têm uma fronteira comum, disse Mahmud Kahalaf à Sputnik Árabe.

"Ajudamos o exército da Líbia de várias formas e por vários meios. Os últimos êxitos no campo de batalha provaram a eficácia dessas ações. Os ataques da Força Aérea do Egito mostraram ser especialmente bem-sucedidos", disse o especialista.

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
A MENTIRA