A grande manifestação dos iemenitas contra atos brutais da Arabia Saudita

A grande manifestação dos iemenitas contra atos brutais da Arabia Saudita

O povo iemenita de todas as esferas da sociedade invadiu as ruas da cidade de Saada, no noroeste do país, para condenar os crimes de guerra da Arábia Saudita e seus mercenários no país da Península Arábica.

Os manifestantes compareceram à grande manifestação em Saada na quarta-feira para expressar sua indignação com os recentes crimes hediondos cometidos contra a nação iemenita, incluindo o sequestro e estupro de mulheres em distritos ocupados pelos agressores. Durante a manifestação, os manifestantes carregaram fotos e cartazes em condenação dos recentes crimes cometidos pela coalizão liderada pela Arábia Saudita e seus mercenários.

O comunicado final emitido no final do comício condenou a ação dos agressores de sequestrar as mulheres iemenitas e criticou o silêncio das Nações Unidas sobre os crimes cometidos no país árabe pelas forças sauditas e dos emirados.

A declaração também enfatizou que os "crimes bárbaros" contra as mulheres iemenitas em Hudaydah não eram possíveis sem a aprovação do governo dos EUA.   

As pessoas indefesas do Iêmen estão sob ataques maciços da coalizão há mais de três anos, mas Riad não atingiu nenhum de seus objetivos no Iêmen até o momento.

Desde março de 2015, a Arábia Saudita e alguns de seus aliados árabes vêm realizando ataques aéreos contra o movimento Houthi Ansarullah, na tentativa de restaurar o poder do ex-presidente Abdullah Mansour Hadi, um aliado próximo de Riad.

Mais de 14.000 iemenitas, incluindo milhares de mulheres e crianças, perderam a vida na campanha militar mortal.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018