Alemanha não vai mais exportar armas para a Arábia Saudita, declara Merkel

Alemanha não vai mais exportar armas para a Arábia Saudita, declara Merkel

A Alemanha não exportará armas para a Arábia Saudita, enquanto a atual incerteza sobre o destino do jornalista Jamal Khashoggi persiste, disse a chanceler Angela Merkel no domingo.

Em campanha por seu partido em uma eleição regional, Merkel repetiu em uma coletiva de imprensa sua condenação anterior ao assassinato de Khashoggi, que a Arábia Saudita admitiu ter ocorrido dentro de seu consulado em Istambul.

"Primeiro, condenamos este ato nos termos mais fortes", disse ela. "Em segundo lugar, há uma necessidade urgente de esclarecer o que aconteceu — estamos longe de ter sido esclarecido e os responsáveis responsabilizados… No que diz respeito às exportações de armas, estas não podem ocorrer nas circunstâncias atuais".

Riad sugeriu que Khashogi morreu após uma briga no Consulado Saudita em Istambul.

O ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Abdel al-Jubeir, expressou suas condolências à família de Jamal Khashoggi, lamentando pelo "tremendo erro" e enfatizando que o príncipe herdeiro Salman "não estava ciente" do fato.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018