Ataques terroristas fazem adiar o envio de ajuda a Ghouta Oriental

Ataques terroristas fazem adiar o envio de ajuda a Ghouta Oriental

As organizações humanitárias internacionais têm decidido adiar o envio de um comboio humanitário a Ghouta Oriental que estava previsto para esta quinta-feira devido à intensificação dos bombardeios terroristas, segundo informa o Centro russo para a Reconciliação em Síria.

“As organizações humanitárias internacionais em colaboração com as autoridades sírias se forçaram a adiar o envio de ajudas humanitárias a Duma, que estava previsto para o oito de março do 2018”, tem comunicado o chefe do centro, o general maior Yuri Yevtushenko.

O militar indica que o motivo do adiamento é a intensificação dos bombardeios por parte da milícias da Frente Al-Nusra” (autodenominada Frente Fath Al-Sham) contra as tropas pró governamentais e o corredor humanitário Muhayam Al Wafedin.

Não foi indicada outra data, mas Yevtushenko disse que o envio da ajuda humanitária se retomará quando a situação se estabilize na região de Ghouta Oriental, perto de a capital, Damasco.

Paralelamente, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR) tem comunicado a suspensão da entrega de ajuda humanitária à zona de hostilidades em Ghouta Oriental devido à situação de segurança, segundo tem declarado a porta-voz do organismo, Yolanda Jaquemet, à agência russa Sputnik.

O comboio das organizações humanitárias composto por 15 veículos com alimentos e medicamentos ia saiu nesta quinta-feira de um posto de controle na localidade de Muhayam Ao Wafedin.

O anterior comboio, composto por 45 caminhões e 247 toneladas de ajuda humanitária, partiu na segunda-feira a Duma, a maior cidade da Ghouta Oriental.

Um militar sírio adiantou ontem que o Exército e as Forças Armadas sírias estão muito próximos de pleno controle da região de Ghouta Oriental.

O Governo sírio denuncia que os terroristas, violando a trégua declarada pelo Conselho de Segurança de Nações Unidas (CSNU) impedem a saída da população civil de Ghouta Oriental para usá-la como escudo humano e negam o acesso as ajudas humanitárias.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Quds cartoon 2018
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016