Equipas de resgate tentam contactar oito mineiros desaparecidos na Rússia

Equipas de resgate tentam contactar oito mineiros desaparecidos na Rússia

Os socorristas russos tentaram hoje entrar em contacto com oito mineiros desaparecidos desde sexta-feira numa mina siberiana da companhia Alrosa, que é a primeira produtora mundial de diamantes, informou a empresa russa.

De acordo com as autoridades, cerca de 300.000 metros cúbicos de água inundaram a mina de Mir, na República de Sakha, na Sibéria. O acidente na mina foi provocado por um problema numa estação de bombagem.

Cento e trinta e quatro mineiros foram retirados do local, mas outros oito continuam desaparecidos.

Os socorristas especializados começaram no domingo a explorar as galerias da mina para encontrar os mineiros.

Hoje, os socorristas já foram "capazes de atravessar várias centenas de metros de túneis congestionados" e "espera-se que agora realizem uma tentativa de fazer contacto com as pessoas presas por meio de um tubo de drenagem", informou num comunicado a Alrosa.

A tarefa do resgate é complicada pela lama que obstrui alguns túneis e que deve ser retirada para dar continuidade às buscas.

Duas bombas com capacidade de 1.250 metros cúbicos por hora foram instaladas hoje para evitar que as galerias sejam novamente inundadas.

A mina subterrânea Mir situa-se num campo explorado desde 1958 na República de Sakha, nome oficial da imensa região de Iakutia, no extremo oriente russo, a mais de 4.000 quilómetros à leste de Moscovo.

Foi uma grande pedreira a céu aberto até 2001 e a sua exploração foi retomada em 2009 sob a forma de uma mina, que hoje produz um milhão de toneladas de minérios por ano, cerca de 10% da produção da Alrosa.

A gigante controlada pelo Governo russo, cuja receita anual ultrapassou quatro mil milhões de euros no ano passado, disse que iria rever os seus planos de produção a 19 de agosto.


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Quds cartoon 2018
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016