Exército egípcio anuncia morte de sete terroristas e 408 detenções no Sinai

Exército egípcio anuncia morte de sete terroristas e 408 detenções no Sinai

O exército egípcio anunciou hoje, em comunicado, a morte de sete jihadistas na península do Sinai e a detenção de 408 suspeitos, no âmbito de uma operação "antiterrorista" que começou há uma semana.

O porta-voz militar Tamer al-Refai adiantou, na nota, que, desde o início daquela operação, a 9 de fevereiro, o exército já registou a morte de 63 pessoas e a detenção de 1.311 suspeitos, incluindo as de hoje.

As forças egípcias adiantaram ainda ter conseguido desativar 45 engenhos explosivos e destruído 158 esconderijos e lojas de armas.

Desde a destituição do presidente islamita Mohamed Morsi, em 2013, que as forças de segurança enfrentam diversos grupos radicais, incluindo o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Na região, existem regras militares que impedem os jornalistas de aceder aos locais de conflito, sendo as informações veiculadas apenas pelo Exército, sem possibilidade de verificação.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018