Forças israelenses matam um palestino e ferem 170 em Gaza

Forças israelenses matam um palestino e ferem 170 em Gaza

As forças israelenses mais uma vez abriram fogo contra palestinos que participam de protestos contra a ocupação ao longo da fronteira entre a Faixa de Gaza sitiada e os territórios ocupados, deixando um homem morto e pelo menos outros 170 feridos.

O homem morto identificado como Jabr Salem Abu Mustafa, de 40 anos, estava protestando a leste de Khan Younis, no sul de Gaza, na sexta-feira, informou o Ministério da Saúde da Palestina.

Trabalhadores médicos palestinos disseram que sete dos feridos ficaram gravemente feridos, incluindo uma adolescente de 16 anos que foi baleada no rosto.

Os assassinatos de sexta-feira elevaram para 53 o número de mortos de manifestantes palestinos desarmados que perderam suas vidas pelo fogo das forças israelenses desde que os protestos começaram na fronteira de Gaza em 30 de março. O regime israelense enfrentou críticas internacionais sobre o uso de fogo vivo.

Os comícios palestinos, conhecidos como a “Grande Marcha de Retorno”, durarão até 15 de maio, coincidindo com o 70º aniversário do Dia Nakba (Dia da Catástrofe), quando Israel foi criado. Todos os anos, no dia 15 de maio, palestinos de todo o mundo realizam manifestações para comemorar o dia, que marca o aniversário do despejo forçado de centenas de milhares de palestinos de sua terra natal por israelenses em 1948.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018