Iraque processará a 100 membros europeus de Daesh

  • Código da notícia : 859141
  • Font : parstoday
Brief

O Iraque processará 100 terroristas europeus do grupo takfirí de Daesh, a maioria dos quais poderia enfrentar a pena de morte.

Assim o anunciou na sexta-feira o embaixador iraquiano em Bélgica, Jawad a o-Chlaihawi, em declarações à cadeia de televisão belga RTBF. Nela precisou que entre os integrantes de Daesh que serão processados há belgas e russos, bem como terroristas de Chechênia e Ásia Central.
Além de manifestar que a maioria destes terroristas serão condenados à pena de morte, o diplomata iraquiano manifestou que ditos extremistas têm famílias, esposas e filhos no país árabe.
Neste contexto, precisou que um grande número de familiares dos terroristas foram detidos durante o cambate para a libertação de Mosul e atualmente se encontram em um centro próximo desta cidade nortista de Iraque.
Enquanto, continou, alguns dos países de onde procedem os extremistas não querem os receber, por exemplo, França só aceita a repatriação de menores por razões humanitárias, mas para as mulheres adultas diz “faça o que queira”, agregou.
Os integrantes de Daesh dos países mencionados pelo embaixador iraquiano, bem como de outras partes de Europa, em particular o Reino Unido, uniram-se a Daesh em massa enquanto a banda ultrarradical lançou sua campanha de derramamento de sangue e destruição contra Iraque e Síria.
As recentes conquistas dos referidos países árabes contra os extremistas fazem atonar os alarmes sobre possíveis ataques terroristas nos países ocidentais, mas muitos líderes europeus têm ignorado as advertências de que os terroristas takfiris poderiam voltar a casa um dia e levar a cabo atentados.
França, Bélgica, Alemanha e Espanha têm sofrido ataques mortais de Daesh, que resultaram com centos de mortos e feridos.
308

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016