Israel agradece aos EUA pelo 'direito' de atacar forças pró-iranianas na Síria

Israel agradece aos EUA pelo 'direito' de atacar forças pró-iranianas na Síria

O diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Yuval Rotem, agradeceu ao secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, por seu reconhecimento público do "direito" de Israel atacar as forças pró-iranianas na Síria.

"Israel nunca permitirá que o Irã e seus representantes terroristas na Síria e no Líbano ponham em risco a soberania e o povo de Israel", escreveu Rotem em seu Twitter, agradecendo a Pompeo pela "posição clara sobre o direito de legítima defesa de Israel".

Dirigindo-se em 10 de outubro ao Instituto Judaico para a Segurança Nacional da América (JINSA, na sigla em inglês), com sede em Washington, Pompeo reiterou o "apoio inabalável" da administração dos EUA a Israel.

Em particular, ele afirmou que Israel tinha o direito soberano de "atacar as milícias apoiadas pelo Irã" na Síria e prometeu que os EUA continuariam a defender esse direito.

Nos últimos dois anos, Israel atacou a Síria em diversas ocasiões, alegando que tem como alvo as forças apoiadas pelo Irã, incluindo o movimento Hezbollah. Israel prometeu continuar seus ataques aéreos, apesar do incidente com o avião russo Il-20 na costa da Síria pelo qual Moscou culpou Tel Aviv, tendo em seguida fornecido sistemas de defesa antiaérea S-300 à República Árabe.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018