Nasrallah diz ameaças Trump não vai intimidar a Síria, a Rússia

O secretário-geral do movimento de resistência libanês Hezbollah disse que as ameaças do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de atacar a Síria não intimidarão nem o país árabe nem a Rússia, nem mesmo a região inteira.

Segundo relatos, em um discurso televisionado na sexta-feira, Sayyed Hassan Nasrallah disse que as ameaças de Trump "não assustam nem assustam nem a Síria, nem o Irã, nem a Rússia, nem os movimentos de resistência, nem os povos da região".

O presidente Trump inicialmente ameaçou nesta semana que ele estava comprometido em atacar o governo do presidente Bashar al-Assad, que ele acusou de usar armas químicas em Douma em 7 de abril. Damasco rejeitou a acusação, dizendo que os militantes na área haviam feito o " fabricações químicas "para impedir avanços pelo exército sírio.

Nasrallah disse que o movimento de resistência condena o uso de armas químicas em qualquer batalha. Ele acrescentou que o que aconteceu em Douma foi "uma peça".

Nasrallah disse que as pessoas da região e do mundo têm o direito de se preocupar com a existência de um presidente como Trump "que não entende o que ele quer e como ele pensa". A administração Trump, acrescentou, "não tem visão estratégica para qualquer coisa."

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018