Por que EUA 'fecham os olhos perante atividades terroristas' do Daesh?

Por que EUA 'fecham os olhos perante atividades terroristas' do Daesh?

Um dos membros do Conselho da província iraquiana de Anbar, Farhan Muhammed al Dulaimi, declarou à imprensa que os terroristas do Daesh continuam atravessando a fronteira sírio-iraquiana nas regiões desérticas.

Ele assinalou que "essas movimentações ocorrem à vista da aviação norte-americana".

"Toda a informação que obtemos indica que os norte-americanos fecham os olhos perante as atividades dos terroristas. A ameaça à segurança é usada pelos estadunidenses como um instrumento de influência sobre as decisões tomadas no Iraque, por exemplo, a composição do governo em formação", comentou para a Sputnik Árabeo especialista em estratégia iraquiano Ahmed al Sharifi.

Para ele, o Daesh [grupo terrorista proibido na Rússia e em vários países] é um projeto de investimentos dos EUA para exercer pressão sobre Bagdá. Ahmed al Sharifi opinou também que o Iraque faz parte da política destinada a garantir a segurança nacional americana. Em primeiro lugar, os norte-americanos precisam do país para executar a estratégia de Trump de conter o Irã e a China. Em segundo lugar, para contrariar a presença russa na Síria.

Segundo o especialista, é obvio para todos que a Rússia não abandonará a Síria depois de vencer os terroristas, é um exemplo de uma longa cooperação estratégica. Já os EUA fazem todo o possível para se radicarem no país vizinho. Através do Irã e da Síria passam vias importantes de transporte de petróleo e gás, além disso, eles são possíveis elos da nova Rota da Seda a partir da China.

"Sabe-se que a título de conselheiros e funcionários das missões diplomáticas no Iraque estão milhares de militares americanos. Seu número exato é ocultado. Esses militares podem exercer uma influência bem real na situação política no Iraque", disse o especialista militar Ahmed al Sharifi.

Ele acrescenta que para os norte-americanos é proveitoso que os terroristas não sejam definitivamente eliminados. Isso dá um pretexto para os soldados estadunidenses continuarem em um país que não é deles.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018