Putin aconselha Ocidente a não cruzar 'linha vermelha' nas relações com Moscou

Putin aconselha Ocidente a não cruzar 'linha vermelha' nas relações com Moscou

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, apelou aos países ocidentais para não cruzarem a "linha vermelha" nas relações com Moscou.

"Bem, há certos limites, entendam que a 'linha vermelha' não deve ser cruzada. Respeitem nossos interesses também", disse o presidente no sábado (26) durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo 2018.

Segundo Putin, o alargamento da OTAN pode representar uma ameaça para a Rússia. O presidente russo declarou que essa situação surgiu na Ucrânia depois do golpe do Estado.

"Além do fato de a OTAN se ter aproximado das nossas fronteiras, suspeitamos que amanhã a Ucrânia também seja incluída [na Aliança] e coloquem lá radares e sistemas de defesa antimíssil", disse o líder russo.

O presidente russo lembrou também sobre o papel dos alguns países ocidentais no golpe de Estado na Ucrânia. Ele perguntou por que os países ocidentais contribuíram para a mudança do poder com uso da força, quando a Ucrânia já tinha políticos "pró-ocidentais” como Yulia Timoshenko ou Viktor Yushchenko.

Em 22 de fevereiro na Ucrânia ocorreu um golpe de Estado. Posteriormente, Kiev anunciou sua intensão de aderir à OTAN e à UE. Entretanto, ambas as organizações duvidam da preparação da Ucrânia para ser seu membro.

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018