Revelados detalhes sobre próxima reunião entre Putin e Netanyahu

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que seu próximo encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, tem um significado especial em meio às tentativas cada vez maiores do Irã de se estabelecer na Síria e instalar lá armamentos.

Nas vésperas da sua visita a Moscou, agendada para 9 de maio, o chefe do governo israelense voltou a dizer que Israel não suportará a presença militar iraniana nas suas fronteiras do norte mesmo caso isso leve a ações militares. Adianta-se que o premiê israelense também assistirá à 73ª Parada da Vitória na Praça Vermelha.

Nas vésperas da sua visita a Moscou, agendada para 9 de maio, o chefe do governo israelense voltou a dizer que Israel não suportará a presença militar iraniana nas suas fronteiras do norte mesmo caso isso leve a ações militares. Adianta-se que o premiê israelense também assistirá à 73ª Parada da Vitória na Praça Vermelha.

Esta é já a segunda visita de Netanyahu à capital russa desde o início do ano. Desta vez, ela decorrerá em plena discussão sobre a necessidade de endurecer o acordo nuclear com o Irã ou anulá-lo, caso a revisão promovida por Israel e EUA seja impossível.
A administração do premiê israelense afirma que a reunião com Putin foi acordada na segunda-feira (30) durante uma conversa telefônica dos dois líderes, logo após Netanyahu comunicar que a inteligência do país tinha encontrado 100 mil documentos que provam a existência de um programa nuclear clandestino no Irã.

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016