Rússia: EUA devem liberar lista de alvos na Síria para inspeção da OPAQ

Rússia: EUA devem liberar lista de alvos na Síria para inspeção da OPAQ

Os Estados Unidos devem liberar a lista de instalações na Síria, onde armas químicas estão sendo supostamente armazenadas e permitir que a Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) inspecione esses locais, disse o embaixador russo na ONU, Vassily Nebenzia, ao Conselho de Segurança nesta quinta-feira.

"Temos uma proposta específica para nossos colegas americanos. Vocês poderiam anunciar a lista de alvos que, como está sendo dito, o Pentágono apontou para serem atacados pela Troika?", disse Nebenzia. "Se em sua opinião eles estão relacionados ao estoque e uso de armas químicas, então mostrem respeito à Carta da ONU e solicitem uma inspeção da OPAQ".

Anteriormente, o Ministério da Defesa da Rússia informou que terroristas do grupo Tahrir al-Sham (filiados à organização terrorista Frente al-Nusra, proibida na Rússia) estavam preparando uma provocação na província síria de Idlib para acusar as forças do governo sírio de usar armas químicas contra civis. Por outro lado, o Reino Unido, os EUA e a França disseram em agosto que "responderão apropriadamente a qualquer uso posterior de armas químicas pelo regime sírio".

A província de Idlib é um dos últimos focos insurgentes no país. O presidente sírio, Bashar Assad, salientou anteriormente que a libertação da província de Idlib estava entre as prioridades para as operações militares sírias. O ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, observou mais tarde que as advertências de Washington não afetariam a "determinação do povo sírio e dos planos do exército sírio para limpar Idlib e finalmente pôr fim ao terrorismo na Síria".

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018