Síria na ONU acusa Israel de apoio ao terrorismo

Síria na ONU acusa Israel de apoio ao terrorismo

Israel apoiou grupos terroristas no sul da Síria por meio de "intervenção militar direta" e repetidos ataques contra a república árabe, disse neste sábado o ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem.

"Israel até apoiou grupos terroristas que operavam no sul da Síria protegendo-os através de intervenção militar direta e lançando repetidos ataques aos territórios sírios", disse Muallem, dirigindo-se à 73a Assembléia Geral da ONU.

Durante seu discurso, ele também reiterou a determinação de Damasco em liberar totalmente as Colinas de Golã, ocupadas por Israel até a linha de 4 de junho de 1967, "assim como libertamos o sul da Síria dos terroristas".

Muallem pediu à comunidade internacional que obrigue Israel a cumprir as resoluções do Conselho de Segurança da ONU, incluindo referentes às Colinas de Golan.

O diplomata também pediu à comunidade internacional que "ajude o povo palestino a estabelecer seu próprio estado independente, com Jerusalém como capital e facilitar o retorno dos refugiados palestinos à sua terra".

Ele também caracterizou como nula e sem efeito a lei "racista" do Estado-nação de Israel e a decisão dos EUA de realocar sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém.

Israel assumiu o controle das Colinas de Golã durante a Guerra dos Seis Dias de 1967, enquanto o parlamento israelense anunciou mais tarde que o território pertencia a Israel. No entanto, as Nações Unidas exortaram Israel a deixar área. Parte do território já foi devolvido à Síria.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018