Chefes de Estado do Mercosul reúnem-se no Brasil

Chefes de Estado do Mercosul reúnem-se no Brasil

Os presidentes da Argentina, Uruguai, Paraguai e Brasil, reúnem-se hoje numa cimeira do Mercosul, em Brasília, na reta final das negociações de um acordo de livre comércio deste bloco comercial com a União Europeia (UE).

Os presidentes da Argentina, Uruguai, Paraguai e Brasil, reúnem-se hoje numa cimeira do Mercosul, em Brasília, na reta final das negociações de um acordo de livre comércio deste bloco comercial com a União Europeia (UE).

Há pouco mais de um ano um acordo comercial entre o bloco europeu e o sul-americano tornou-se foco de intensas negociações e, apesar de uma resolução final não ter sido anunciada ainda, há uma grande expectativa de que as negociações sejam concluídas no primeiro semestre de 2018.

Sem detalhar a agenda da reunião dos chefes de Estado do Mercosul, o Governo brasileiro destacou que a cimeira irá consolidar o fortalecimento do bloco e reafirmar a disposição dos seus países membros em “celebrar acordos com outros países e blocos, como demonstram, por exemplo, as negociações com União Europeia e a Índia”.

Já confirmaram presença os chefes de Estado Maurício Macri, da Argentina, Horacio Cartes, do Paraguai, Tabaré Vázquez, do Uruguai e o anfitrião Michel Temer, do Brasil.

O Presidente da Guiana, David Granger e representantes do Chile e Colômbia, que são países associados ao Mercosul, também estarão na cimeira.

No final do encontro, o Brasil passará a presidência rotativa do bloco sul-americano para o Paraguai.

Atualmente as trocas comerciais no Mercosul equivalem à quinta maior economia do mundo, com Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2 biliões de euros, segundo informações fornecidas pelo Itamaraty.

“Mais de 10% das exportações do Brasil têm como destino os demais sócios do bloco e 84% dessas exportações são produtos manufaturados. As trocas comerciais no Mercosul [31,9 mil milhões de euros em 2016] são hoje 8,5 vezes maiores do que as registadas no ano da fundação do bloco [3,7 mil milhões de euros em 1991]”, concluiu o Governo brasileiro.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016