Temer defende reforma enxuta e diz que outra terá de ser feita em breve

  • Código da notícia : 865842
  • Font : noticiasaominuto
Brief

Durante um café da manhã com deputados, nesta quinta-feira (9), o presidente Michel Temer defendeu a aprovação da reforma da Previdência mesmo que na sua versão mais enxuta. Na visão do peemedebista, é o "possível" no momento, mas não deve perdurar "para todo o sempre".

Como apurado pelo blog da Andréia Sadi no "G1", Temer disse aos presentes que, se o texto for aprovado hoje, "evidentemente daqui a 5, 6, 10 anos é preciso uma nova reforma previdenciária". O evento aconteceu na casa do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

"Não vai perdurar para todo o sempre. Mas é o possível agora, mas um possível muito saudável porque significa uma vantagem para a administração pública", disse Temer, que salientou, segundo fontes do blog, que é preciso eliminar o preconceito em relação ao tema.

"Governo vai massificar uma propaganda, a ideia verdadeira da Previdência Social: combate aos privilégios e assegurar que mais carentes não perderão nada. Você fazendo a reforma você aplica mais em saúde e educação", afirmou Temer.

Para o anfitrião, o problema da Previdência não é técnico, e sim político. Maia afirmou que os deputados concordam que a reforma é necessária.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
A MENTIRA