Comitê Iraniano de Direito Humanitário deplora ataques israelenses em Gaza

Comitê Iraniano de Direito Humanitário deplora ataques israelenses em Gaza

O Comitê Nacional Iraniano de Direito Humanitário denunciou o assassinato de dezenas de civis, incluindo crianças e adolescentes, e o ferimento de milhares de pessoas armadas israelenses na Faixa de Gaza.

De acordo com as notícias e relatos sobre os atuais ataques datados de 14 de maio de 2018 –Nakba Day– na Faixa de Gaza pelo regime sionista que coincidiu com o 70º aniversário do estabelecimento deste regime e também a mudança da embaixada dos EUA para Jerusalém, dezenas de civis, incluindo crianças e adolescentes mortos e milhares de pessoas feridas pelas forças armadas.

O recurso à violência e à matança deliberada de civis e ao uso de munições reais para suprimir o protesto são as violações das regras e princípios do Direito Internacional dos Direitos Humanos e do Direito Humanitário Internacional, que é expresso por várias organizações internacionais como um crime de guerra.

Portanto, o Comitê Nacional Iraniano de Direito Humanitário declara sua profunda preocupação com a violação dos princípios e regras do Direito Internacional Humanitário, incluindo a quarta Convenção de Genebra de 1949 e o Artigo 8 do Estatuto de Roma, e lembra a Resolução 2334 do Conselho de Segurança (23 de dezembro de 2018). ) na construção e expansão de assentamentos como a violação flagrante do Direito Internacional, condena veementemente esses ataques brutais e solicita que todos os Estados e organizações políticas, judiciais e humanitárias relevantes, em particular o CICV, o Conselho de Direitos Humanos da ONU eo Tribunal Penal Internacional, condenem, tomem medidas apropriadas para acabar com estes ataques e também para processar os autores de tais violações.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018