Líder Supremo enfatiza em apoiar a produção doméstica em este Ano Novo

Líder Supremo enfatiza em apoiar a produção doméstica em este Ano Novo

Líder da Revolução Islâmica, aiatolá Khamenei ofereceu os seus votos de felicitações aos iranianos por ocasião do ano novo iraniano, convidando toda a nação a dedicar em esforços para promover a produção doméstica conforme as diretrizes da Economia de Resistencia.

Em uma mensagem ao vivo exibida minutos após a virada do ano nesta terça-feira, o Líder estendeu as felicitações pela passagem do Ano Novo, a todos os iranianos  no país e no exterior e outros povos que celebram a festividade de Norouz, que marca o início da primavera.

Aiatolá Khamenei abordou diferentes incidentes amargos e felizes que o país enfrentou ao longo do ano que passou.

O líder felicitou a participação do povo nas últimas eleições presidenciais, os comícios que tinham marcado o aniversário da Vitoria da Revolução Islâmica e outras manifestações pró-sistema que ajudaram a pôr fim a uma série de tumultos que ocorreram em varias partes do país.

Aiatolá Khamenei também sublinhou a uma série de acontecimentos trágicos que ocorreram neste último ano solar, incluindo desastres naturais, acidente de avião de passageiros e o incidente que sofreu o petroleiro iraniano no alto mar.

"Apoiar produtos iranianos"

Aiatolá Khamenei descreveu a produção doméstica como o "principal" problema que enfrenta o país, o que ele definiu como questão  chave cuja resolução, resolveria muitos problemas econômicos e sociais.

O Líder ressaltou  que elaboraria ainda mais detalhadamente de como promover a produção doméstica em seu próximo discurso que iria proferir na cidade sagrada de Mashhad.

Vem a seguir a mensagem a integra pelo Aiatolá Khamenei, Líder Supremo da Revolução Islâmica, por ocasião de Norouz [Ano novo iraniano], transmitida em 20 de março de 2018.

Em Nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

O Conquistador de corações e da visão

O Planejador da noite e do dia

O Transformador de estados e circunstâncias

Transforme a nossa condição para o melhor!

Deus guie-nos ao seu caminho como aqueles que foram guiados e nos capacita a ser como os diligentes!

Felicito todos os meus queridos compatriotas, em qualquer ponto do país e em qualquer parte do mundo, assim como todos os povos que celebram o Norouz. Eu parabenizo especialmente os parentes dos amados mártires, os deficientes de guerra e suas famílias. Além disso, envio especial felicitação aos jovens e adolescentes da nação, que representam a esperança e levam o país adiante. Espero que vivam o Norouz com alegria e tenham um ano cheio de bênçãos. Este ano, a primavera coincide com um período de espiritualidade, isto é, os meses de Farvardin, Ordibehesht e Jordad (calendário solar) coincidem com os meses de Rajab, Shaaban e Ramadã (meses do calendário islâmico lunar). Espero que, com a ajuda de Deus, possamos experimentar um crescimento natural (econômico) e espiritual em nosso país. Essa esperança nasce nos corações.

Saúdo o Imam Mahdi (que Deus apresse a sua chegada) e saudamos e recordamos o espírito do nosso grande Imam (Khomeini). Escolhi um lema e uma frase como tinha definido todos os anos. O ano 1396 (o ano passado), como todos os anos, teve um conjunto de altibaixos e momentos alegres e felizes, como acontece ao longo da vida do povo. A parte feliz do ano 96 foi o sinal do poder e da grandeza do povo, que tem sido patente ao longo do ano. No início do ano, as pessoas participaram, de maneira grandiosa e impressionante, nas eleições presidenciais e dos Conselhos Municipais. Mais de 40 milhões de pessoas aptos a votar participaram das eleições. Esta presença foi muito positiva e significativa. Depois, houve a sua participação no Dia de Al-Quds, no mês do Ramadã, ainda deva ressaltar que o dia nove de Dey, devido aos tumultos que surgiram, o povo prontamente, manifestou por vários dias em diferentes cidades do país a favor dos pilares do sistema. Tudo isso constitui um sinal da grande participação e despertar do povo iraniano, um povo enérgico e ativo em todos os campos onde sua presença era necessária. Outro ponto importante e feliz do passado ano foi o enfrentamento do povo às ameaças de alguns países da região, uma das quais visavam atingir a República Islâmica do Irã, em que se transformaram em oportunidades para a República Islâmica. Essas ameaças não somente não prejudicaram o país, como se tornaram em oportunidades. Aqueles que conhecem questões internacionais entendem perfeitamente o significado de tudo isso. 

Outro ponto positivo foi o esforço que foi feito para reviver e cumprir o tema do ano, isto é, o aumento da produção nacional e do emprego em conformidade com diretrizes de Uma Economia de Resistência. Foram feitas trabalhos muito benéficas para aumentar a produção e o emprego, embora ainda haja muito a fazer a este respeito.

Este lema, em parte, foi alcançado, no entanto, devemos continuar nos esforçando para cumprir plenamente este slogan. Também experimentamos um pouco de incidentes amargos ao longo do ano 1396, um terremoto, inundações, acidentes aéreos e marítimos, eventos em que perdemos alguns dos nossos amados cidadãos. Todos eles foram acontecimento amargos que mexeram em nós.  Além disso, também registramos uma seca em várias áreas do país, que esperamos que a bênção de Deus ajude no verão a resolver esse problema. Do mesmo modo, quanto às vicissitudes econômicas que atravessam alguns setores da sociedade, que já existiram antes e que devem se tornar uma razão para trabalhar ainda mais, todos nós temos que fazer um esforço, também farei uma referência a isso e, com a ajuda de Deus, este problema será resolvido. Além disso, no final do ano, nos últimos meses, conforme planejado pelo inimigo, surgiram alguns distúrbios no país, as próprias pessoas, prontamente e voluntariamente, levantaram-se e até enfrentaram aqueles que tentaram terminar em seu nome as legitimas manifestações do povo e pararam os sabotadores. Este foi um incidente que aconteceu e ajudou a manifestar a grandeza do povo.

Em relação ao ano de 1397, que é o ano que começa a partir desse momento, o mais importante é que todos devem trabalhar com determinação. Normalmente, defino um lema a cada ano para as autoridades do país, mas este ano abordo a todas as pessoas e especialmente os que trabalham intensamente. No começo devo dizer que se deve levado em consideração os temas econômicos, questões culturais e outras questões, mas os nossos assuntos centrais são a economia e o poder de compra da população. Todos devem se esforçar, todos devem trabalhar e o eixo principal deve ser a produção nacional. Ou seja, se todo mundo persegue a questão da produção doméstica seguindo as orientações e diretrizes que ofereço mais tarde no meu outro discurso, muitos dos problemas econômicos e poder de compra do povo se solucionam, inclusive o emprego e o investimento;

Os problemas sociais na sua grande parte serão diminuídos. O eixo principal deve ser a produção nacional. Portanto, se a produção nacional aumentar, muitos dos problemas será resolvido. 

Considero esta questão como o eixo principal para o tema deste ano, ou seja, "apoio ao produto iraniano". É o ano para apoiar a produção iraniana. Isso não envolve apenas as autoridades, mas todos podem ajudar, no verdadeiro sentido da palavra, todos devem participar, embora este suporte envolva cinco ou seis aspectos que mais tarde vou explicar no meu discurso, fatores diferentes que todas as autoridades, em vários campos, e as pessoas poderão cumprir. 

Espero que, com a ajuda de Deus, todas as autoridades e as pessoas possam assumir os seus deveres da melhor forma possível, e este ano programarem plenamente este lema, A paz seja com os dignos servos de Deus.

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018