Líder supremo: Palestina será finalmente libertada dos inimigos

Líder supremo: Palestina será finalmente libertada dos inimigos

Líder da Revolução Islâmica O aiatolá Seyyed Ali Khamenei disse que a Palestina será finalmente libertada das garras dos inimigos e que a Al-Quds será a capital do Estado palestino, apesar das tentativas dos EUA de distorcer essa realidade.

O aiatolá Khamenei estava falando na quinta-feira em uma reunião com os recitadores do Alcorão em Teerã, que marcou o primeiro dia do mês de jejum muçulmano do Ramadã.

“Se Deus quiser, a Palestina será libertada das garras dos inimigos e os Estados Unidos e seus lacaios não serão capazes de fazer coisa alguma por meio da verdade e da tradição divina”, disse o Líder.

O líder denunciou ainda mais o derramamento de sangue da entidade sionista em Gaza, que viu as forças do regime matando cerca de 60 manifestantes palestinos e ferindo mais de 2.700 outros em 14 de maio.

Com o derramamento de sangue em andamento, os EUA transferiram sua embaixada de Tel Aviv para o al-Quds meses depois que Washington anunciou que estava reconhecendo a cidade palestina ocupada como a "capital" da entidade sionista.

“Sob tais circunstâncias, alguns reclamam porque os EUA não tomam uma posição [contra Israel]. Isso acontece enquanto os Estados Unidos e muitos governos ocidentais são cúmplices desses crimes ”, disse o Líder.

O aiatolá Khamenei afirmou ainda que os governos Ummah e Muçulmano Islâmico são obrigados com base nos ensinamentos do Alcorão Sagrado para adotar uma posição firme e se posicionar contra os crimes de Israel contra os palestinos.

"O Alcorão nos diz para sermos inflexíveis diante dos inimigos da religião e dos infiéis e sermos gentis entre nós, mas no presente momento, por nos afastarmos do Alcorão, estamos testemunhando guerra e discórdia entre os muçulmanos." e submissão aos infiéis no mundo islâmico ", disse o Líder.

Os comentários do Líder aconteceram na véspera de uma reunião de emergência da Organização da Cooperação Islâmica (OIC) em Istambul, na Turquia.

O presidente Hassan Rouhani pediu aos membros da OIC que aproveitem a oportunidade no evento de Istambul e dêem uma "resposta devida" ao regime sionista sobre seu mais recente massacre de palestinos.

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018