Mais manifestações realizadas no Irã para denunciar a violência

Mais manifestações realizadas no Irã para denunciar a violência

As pessoas saíram às ruas em varias cidades do Irã por quarto dia consecutivo para expressar apoio ao sistema islâmico e denunciar a violência que foi realizada em recentes protestos.

De acordo com Press TV,  as pessoas se reuniram na capital, Teerã, as cidades de Sari, Amol e Semnan no norte, Ilam no oeste e Kerman no sul. Eles gritavam slogans e carregavam cartazes, condenando violência e sedição. São estimados milhares de pessoas que participaram das manifestações.

Na semana passada, o Irã testemunhou marchas pacíficas contra as recentes subidas de preços e a condição econômica em geral no país. No entanto, um número limitado de indivíduos violentos, alguns deles armados, procuraram transformar os protestos pacíficos em distúrbios de rua.

Os desordeiros e indivíduos violentos procuravam manipular as manifestações, transformando-as em tumulto e ação de vandalismo , segundo oficiais, alguns rebeldes usavam espingardas e pistolas para atacar a polícia e disparar contra as multidões de manifestantes.

Enquanto a violência ocasional continuou por vários dias - e reivindicou a vida de mais de uma dúzia de pessoas - as autoridades anunciaram que tinham sido finalizados os distúrbios. A administração do presidente Hassan Rouhani também reconheceu o direito do público em geral de protestar e transmitir suas demandas por meios pacíficos, mas disse que qualquer protesto deve obter permissões legais e ser organizado pacificamente. A administração também se comprometeu a enfrentar as dificuldades econômicas.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Quds cartoon 2018
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016