O Irã: América latina é uma região importante do mundo

  • Código da notícia : 868931
  • Font : parstoday
Brief

Irã considerou que a América Latina é importante em todo o mundo e afirmou que procurará expandir as relações com a Bolívia, disse o vice-presidente iraniano, Eshaq Jahanguirí, que chegou à cidade de Santa Cruz de la Sierra para participar da IV Fórum dos países exportadores de gás (FEPG).

"A América Latina é uma região muito importante do mundo e ocupa um nível muito alto na politica externa da República Islâmica do Irã e, aqui estamos para estender as relações com a Bolívia", disse Jahanguirí, quando chegou ao aeroporto internacional Viru Viru da capital de Santa Cruz. Ele foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores, Fernando Huanacuni, no meio de uma presença massiva de jornalistas e de fortes medidas de segurança.

Então, Jahanquiri dirigiu-se ao público em sua língua, então um tradutor teve que interpretar o seu discurso. "O gás tem um preço baixo, mas economicamente muito importante para todos e em particular para a Bolívia". Este Fórum foi criado há 17 anos, e esta instituição tornou-se muito importante no cenário energético mundial e o gás como uma fonte da energia limpa.

“A República Islâmica do Irã, como o país com maiores reservas em todo o mundo, está participando de uma maneira muito ativa e decisiva neste Fórum", afirmou.

O Governo da Bolívia está ajustando os detalhes finais para sediar a 4ª Cúpula do Fórum de Países Exportadores de Gás (FPEG), que contará com a presença de autoridades das nações que compõem esse grupo e altos executivos da área.

Morales disse aos meios de comunicação que, nas cúpulas anteriores "houve participação de presidentes e ministros", não havia tanta presença de organizações internacionais na área de energia, nem de empresas, mas isto acontecerá nesta reunião.

Formam o Fórum, a Rússia, o Irã, Qatar, Argélia, Bolívia, Egito, Guiné Equatorial, Líbia, Nigéria, Trinidad e Tobago, Venezuela e Emirados Árabes Unidos (países com membros plenos), Países Baixos, Iraque, Omã, Peru, Noruega, Cazaquistão e Azerbaijão (como observadores).

Uma das mais sentidas ausências será a do presidente russo Vladimir Putin, que não poderá participar por "razões de trabalho", disse Morales.

Irã, centro de estabilidade no Oriente Médio

Jahangiri fez as observações sobre a quarta Cúpula do Gas do Fórum de Países Exportadores de Gás (GECF), que abriu na Bolívia em 20 de novembro e chegará ao fim mais tarde hoje.

O vice-presidente reiterou a disposição do Irã de fazer o seu melhor para aumentar a segurança, estabilidade e segurança sustentável na região.

O Irã preparou o terreno para atrair investimentos de empresas internacionais, disse Jahangiri, ressaltando a necessidade de adotar políticas coordenadas para evitar a imposição de sanções tanto unilaterais como multilaterais contra qualquer Estado membro.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016