O mundo se solidariza com Irã depois do devastador sismo

  • Código da notícia : 866687
  • Font : parstoday
Brief

Líderes mundiais se solidarizam com o Irã pelo devastador terremoto que sacudiu as zonas ocidentais do país e oferecem todo tipo de ajuda aos afetados.

O secretário geral das Nações Unidas, Antônio Guterres, tem expressado nesta segunda-feira sua pesar pela morte de 336 pessoas no sismo registrado na noite do domingo na fronteira entre o Irã e Iraque, e expressa à plena disposição do organismo para contribuir às operações de busca.

Assim mesmo, a alta representante da União Europeia (UE) para Assuntos Exteriores, Federica Mogherini, tem oferecido hoje o apoio comunitário ao Irã e Iraque depois do terremoto de 7,3 na escala de Richter.

“Sabemos muito bem que quando há um terremoto de semelhante magnitude é difícil lhe fazer frente, de modo que também (aproveito) para expressar a disposição da UE de apoiar em todas as formas que possam ser considerados úteis”, tem afirmado a política italiana.

O embaixador de Alemanha em Teerã, Michael Klor-Berchtold, a sua vez, mediante uma mensagem em Twitter tem mostrado seu profundo pesar pela tragédia e expressa plena disposição de Berlim para socorrer, em caso necessário, às operações de resgate.

O Ministério de Assuntos Exteriores de Turquia tem dito em um comunicado que o povo turco está ao lado dos “povos irmãos” do Irã e do Iraque e que está preparado para ajudar ao país persa desde que solicitar.

 

Enquanto, o Governo de Paquistão também, tem expressado suas mais profundas condolências pela perda de vidas e as lesões sofridas pelos “irmãos iranianos e iraquianos”, e deseja pronta recuperação dos feridos. 

Fontes oficiais têm elevado a 3950 o numero  dos feridos no Irã. Não obstante, foram instaladas unidades de socorro e enviados helicópteros do Exército e o Corpo de Guardiães da Revolução Islâmica (CGRI) acelerando a busca e resgate dos afetados pelo sismo.

O vice-presidente da Organização de Gerenciamento de Crise do Irã, Behnam Saidi, tem informado nesta segunda-feira do envio de 21 helicópteros de resgate, 140 ambulâncias e três aviões civis aos lugares mais afetados pelo terremoto para iniciar ajuda aos afetados.

Assim mesmo, o Exército dispõe de 145 helicópteros prontos para ser empregues em atividades de evacuação e translado de feridos. As forças terrestres do Exército, por sua vez, têm mobilizado a efetivos militares para a busca de pessoas que continuam sob os escombros.

Ofereceu-se alojamento temporário aos afetados nas cidades de Qasre Shirin, Sarpole Zahab e Kermanshah, todas localizadas na província ocidental de Kermanshah, onde também se instalaram vários hospitais de campo para atender aos feridos.

 

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
A MENTIRA