O mundo se solidariza com Irã depois do devastador sismo

O mundo se solidariza com Irã depois do devastador sismo

Líderes mundiais se solidarizam com o Irã pelo devastador terremoto que sacudiu as zonas ocidentais do país e oferecem todo tipo de ajuda aos afetados.

O secretário geral das Nações Unidas, Antônio Guterres, tem expressado nesta segunda-feira sua pesar pela morte de 336 pessoas no sismo registrado na noite do domingo na fronteira entre o Irã e Iraque, e expressa à plena disposição do organismo para contribuir às operações de busca.

Assim mesmo, a alta representante da União Europeia (UE) para Assuntos Exteriores, Federica Mogherini, tem oferecido hoje o apoio comunitário ao Irã e Iraque depois do terremoto de 7,3 na escala de Richter.

“Sabemos muito bem que quando há um terremoto de semelhante magnitude é difícil lhe fazer frente, de modo que também (aproveito) para expressar a disposição da UE de apoiar em todas as formas que possam ser considerados úteis”, tem afirmado a política italiana.

O embaixador de Alemanha em Teerã, Michael Klor-Berchtold, a sua vez, mediante uma mensagem em Twitter tem mostrado seu profundo pesar pela tragédia e expressa plena disposição de Berlim para socorrer, em caso necessário, às operações de resgate.

O Ministério de Assuntos Exteriores de Turquia tem dito em um comunicado que o povo turco está ao lado dos “povos irmãos” do Irã e do Iraque e que está preparado para ajudar ao país persa desde que solicitar.

 

Enquanto, o Governo de Paquistão também, tem expressado suas mais profundas condolências pela perda de vidas e as lesões sofridas pelos “irmãos iranianos e iraquianos”, e deseja pronta recuperação dos feridos. 

Fontes oficiais têm elevado a 3950 o numero  dos feridos no Irã. Não obstante, foram instaladas unidades de socorro e enviados helicópteros do Exército e o Corpo de Guardiães da Revolução Islâmica (CGRI) acelerando a busca e resgate dos afetados pelo sismo.

O vice-presidente da Organização de Gerenciamento de Crise do Irã, Behnam Saidi, tem informado nesta segunda-feira do envio de 21 helicópteros de resgate, 140 ambulâncias e três aviões civis aos lugares mais afetados pelo terremoto para iniciar ajuda aos afetados.

Assim mesmo, o Exército dispõe de 145 helicópteros prontos para ser empregues em atividades de evacuação e translado de feridos. As forças terrestres do Exército, por sua vez, têm mobilizado a efetivos militares para a busca de pessoas que continuam sob os escombros.

Ofereceu-se alojamento temporário aos afetados nas cidades de Qasre Shirin, Sarpole Zahab e Kermanshah, todas localizadas na província ocidental de Kermanshah, onde também se instalaram vários hospitais de campo para atender aos feridos.

 

308


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016