Pelo menos 67 mortos no sismo da Papua Nova-Guiné

Pelo menos 67 mortos no sismo da Papua Nova-Guiné

Pelo menos 67 pessoas morreram no violento sismo que sacudiu na semana passada a Papua Nova-Guiné, anunciou hoje a Cruz Vermelha, dando igualmente conta de milhares de pessoas desalojadas, sem água e alimentos.

As operações de socorro foram complicadas devido ao isolamento das zonas afetadas pelo abalo de magnitude 7,5 que ocorreu a 26 de fevereiro, a 90 quilómetros a sul de Porgera, na província montanhosa de Enga.

Muitas estradas ficaram cortadas e várias pontes caíram.

Os habitantes da província, mas também os de Hela e das Terras-Altas meridionais e ocidentais, vivem ainda sob a ameaça de fortes réplicas, tendo duas com magnitude 6 sido registadas hoje de manhã.

O enorme projeto PNG-LNG (Projeto de Gás Natural Liquefeito da Papua Nova-Guiné), do qual a gigante norte-americana ExxonMobil é a principal parceira, vai estar suspenso durante oito semanas, o tempo necessário para reparar instalações danificadas pelo sismo.

"O balanço feito na sexta-feira pelo Centro de Catástrofes Nacionais e pelas equipas de gestão é de 67 mortos", declarou Udaya Reqmi, presidente para a Papua da Federação Internacional das Organizações da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

"Cerca de 143.000 pessoas foram afetadas e 17.000 pessoas foram deslocadas porque as suas casas ficaram total ou parcialmente destruídas e, portanto, já não são habitáveis", acrescentou o responsável, citado pela agência noticiosa francesa AFP.

O Governo não divulgou até agora qualquer balanço das vítimas do sismo.

Udaya Reqmi precisou que o acesso à água e a sistemas de saneamento é uma grande fonte de preocupação para as populações locais.

As ONG não podem, neste momento, conduzir grandes camiões com ajuda para algumas zonas atingidas devido à destruição de estradas por deslizamentos de terras.

Os sismos são frequentes na Papua Nova-Guiné, que se encontra na "cintura de fogo" do Pacífico, ponto de encontro de várias placas tectónicas.


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016