TIRAR SARRO E RELATAR ALGO QUE OUVIU DE OUTRA PESSOA

  • Código da notícia : 828884
  • Font : abna
Brief

• Falar mal, maldizer ou relatar a outros o que lhe foi confidenciado assim como causar a divisão dentre os muçulmanos não é aceito no islã assim como é um dever de todo muçulmano se afastar deste tipo de conduta.

Relatar algo que se ouviu de outra pessoa é um dos piores hábitos que alguém pode ter nas relações em sociedade podendo inclusive ocasionar muitos males. Entre estes males podemos citar o mal olhar  e a falta de confiança um com o outro. A difamação e a calunia são dos piores hábitos que alguém pode possuir em uma sociedade.

O Islã os tem como piores hábitos em sociedade em que o Islã repudia de forma veemente tal pratica sendo considerada dos grandes pecados na religião.

O que queremos dizer com o relatar algo sobre alguém?

Quer dizer quando ouvimos algo que é relatado sobre alguém se trata da vida de outra pessoa ou que o seu ponto de vista sobre ela seja tal. O problema esta em que o assunto trata de uma pessoa e que se fala algo indevido a seu respeito.

Segundo o mártir Kasfirazi se refere a relatar algo de outrem como algo muito ruim. De acordo qualquer forma de se relatar segredos de outrem e considerado uma calunia. Algo nada recomendado e nada bom.Causar a divisão entre os irmãos e algo muito ruim e mal visto no islã. No alcorão e nas narrativas nos relevam que é pior do que a morte ou do que matar a alguém. Em outro versículo nos diz que a divisão e maior do que a morte como, por exemplo, na surata n°2 Al Bacará no versículo n°217:

 

“Quando te perguntarem se é lícito combater no mês sagrado, dize-lhes: A luta durante este mês é um grave pecado; porém, desviar os fiéis da senda de Deus, negá-Lo, privar os demais da Mesquita Sagrada e expulsar dela (Makka) os seus habitantes é mais grave ainda, aos olhos de Deus, porque a perseguição é pior do que o homicídio.”    

 

De onde dissemos que a calunia e dos piores fatores da divisão em uma sociedade o alcorão e as narrativas a citam como a maledicência.

 

O Alcorão Sagrado nos diz: “ Ai de todo difamador, caluniador”

Já no versículo n°10 e 11 da surata n° 68 Al Calam/ O Cálamo nos diz:

 

“E jamais escutes a algum perjuro desprezível,

Detrator, mexeriqueiro”

 

Em outra narrativa do Profeta Muhammad (s.a.w)  ele nos diz:

“Querem que lhes apresente o pior dentre voz?

Disseram: Sim.

Disse o Profeta: “E aquele que se ocupa em falar mal diante das pessoas para poder separá-las”

(Bihar Al Anwar tomo 75, parte 67, hadis 17)

 

Temos em outra narrativa:

“Os piores dentre vocês são os caluniadores, difamadores que se ocupam desta atividade com o objetivo de criar divergência entre os amigos.”

(Kasul Umal tomo 3, Pagina 15, Hadis 5215)

 

Em outra narrativa nos ilumina o Imam Ali (a.s) com suas sabias palavras dizendo:

“Cuidado com a maledicência porque ela cria a discórdia e também gera a intriga e a inimizade dentre as pessoas.”

(Kural Al Hikam tomo 2, pagina 296)

 

Obviamente os muçulmanos não devem cometer tais atos.

O Profeta Muhammad (s.a.w) :

“A maledicência e a inveja tem como destino o inferno.”

(Kansul Ummal tomo 16, pag.23, hadis 43768)

O Objetivo desta narrativa e esclarecer que a maledicência ou em outras palavras o fato de falar mal dos outros leva a pessoa ao inferno fazendo com que a pessoa se desvie do Islã.

Outra narrativa nos diz:

“Aquele que fala mal dos outros não adentrará ao paraíso.”

 

A forma de combater a maledicência

 

O segundo mártir nos diz o seguinte:

Para que não haja influencia da maledicência sobre as pessoas devemos levar em consideração seis pontos importantes:

 

1)           Não devemos acreditar no que se fala e não aceitar suas palavras porque todo caluniador e uma pessoa corrupta.

O Sagrado Alcorão na surata n°49 Al Hujjurat / Os Aposentos no versículo n°6 nos fala a respeito:

 

“Ó fiéis, quando um ímpio vos trouxer uma notícia, examinai-a prudentemente, para não prejudicardes ninguém, por ignorância, e não vos arrependerdes depois”

 

2)           Devemos alertar com relação ao caluniador e considerá-lo como um mal maior.

O Alcorão sagrado na surata n°31 Luckman no versículo n°17 nos diz:

 

“Ó filho meu, observa a oração, recomenda o bem, proíbe o ilícito e sofre pacientemente tudo quanto te suceda, porque isto é firmeza (de propósito na condução) dos assuntos.”

 

3)           Deves por Deus considerá-lo um inimigo porque Deus assim o considera.

4)           Pelo fato de ouvir tais fatos sobre teu irmão revele querendo dizer que devemos evitar a suspeita o maximo possível. Deus nos revela na surata n°49 Al Hujjurat / Os Aposentos no versículo n°12 o seguinte:

 

“Ó fiéis, evitai tanto quanto possível a suspeita, porque algumas suspeitas implicam em pecado. Não vos espreiteis, nem vos calunieis mutuamente. Quem de vós seria capaz de comer a carne do seu irmão morto? Tal atitude vos causa repulsa! Temei a Deus, porque Ele é Remissório, Misericordiosíssimo.”

 

5)           As palavras daquele que faz a maledicência faz com que fiquemos curiosos a respeito do relatado . Neste ponto nos alerta o Alcorão a respeito.

 

6)           Aquilo que o caluniador disser não aceite e não passe aos outros para que desta forma não possa dar continuidade.

 

O Modo como os grandes lideres falam a respeito da questão foi contada aqui. Um dos grandes  amigos de um líder religioso depois de um bom tempo sem vê-lo veio visitá-lo. Este amigo enquanto conversava relatou o que tinha ouvido a respeito do líder relatado por outra pessoa. Disse o líder ao amigo então: “Depois de longo um tempo você vem me visitar e conseguiu efetivar três traições:

1) Você fez com que tivesse um mal  pressentimento sobre aquela pessoa e conseguiu criar a discórdia entre nos.

2) Fez também com que o meu pensamento se ocupasse com ele.

3) Também conseguiu que eu perdesse a minha confiança em você.

Portanto as missão de ser humano com relação a maledicência deve ser a de  desmenti-la. Quando uma pessoa nos relata algo de outros com certeza levará noticias nossas para os outros. Portanto não devemos confiar nele e sim desmenti-lo.

Três ações importantes que devemos tratar:

1)   Devemos ficar assustados com o que nos revela

2)   Não permitir que repita tal ato novamente

3)   Não devemos confiar em pessoas assim para que isto não cause divisão e discórdia entre os muçulmanos.

 

Mohamad Ibn Huzail que era um dos discípulos do Imam Mussa Al Kazem (a.s) disse certa vez:

“Meu querido Imam! Ouvi algo de um dos irmãos nossos. Perguntei a ele mesmo e ele desmentiu da mesma forma que as pessoas que a mim relatam são pessoas de confiança. Disse o Imam:

 “ Oh Mohamad! Não Ouça conversas assim. Mesmo que 50 pessoas lhe disserem algo, mas somente quando a própria pessoa não lhe falar deves acreditar. E não revele algo a respeito dele que faria com que perdesse a sua honra e condená-lo-ia ao inferno. “

(Bihar Al Anwar tomo 75, parte 65, hadis 11)

 

O versículo corânico da surata n°24 An Nur / A luz no versículo n°19 nos fala a respeito:

 

“Sabei que aqueles que se comprazem em que a obscenidade se difunda entre os fiéis, sofrerão um doloroso castigo, neste mundo e no outro; Deus sabe e vós ignorais.”

 

Também o Imam Ali(a.s) em uma narrativa nos explica como tratava aos malidicentes.

 

“Certo dia veio um homem e disse algo mau a respeito de outro. Disse o Imam Ali (a.s): “OH Homem!  Pesquisamos sobre aquilo que falou. Se você falou a verdade com a intenção de criar a discórdia então nos o condenamos pela mentira.

“Se quiser que o perdoemos o perdoaremos.”

Disse o Homem: “Me perdoa Oh Imam” (Bihar Al Anwar tomo 75, parte 67, hadis 19)

 

Gozação:

 

Gozação e quando alguém a faz com a intenção de fazer os outros rirem ou através de gestos ou imitação. Este tipo de ação não e bem vinda porque faz com que o crente perca o seu respeito.

No islã o ser humano deve e tem o direito de ser respeitado. Portanto ninguém tem o direito de desrespeitar ou fazer com quem perca sua honra. Deus no Alcorão Sagrado nos diz na surata n°63 Al Munaficún/ Os Hipócritas no versículo n°8 o seguinte:

 

“Dizem: Em verdade, se voltássemos para Medina, o mais poderoso expulsaria dela o mais fraco. Porém, a potestade só pertence a Deus, ao Seu Mensageiro e aos fiéis, ainda que os hipócritas o ignorem.”

 

Já na surata n°98 Al Baynat/ A Evidencia no versículo n°7 nos diz:

 

“Por outra, os fiéis, que praticam o bem, são as melhores criaturas” 

 

O Profeta Muhammad (s.a.w) nos diz:

“Deus jura que não criou algo melhor do que um servo (seu) crente.

“Entre tudo quanto criou dentre a criação a Deus lhe gosta mais dos seus servos crentes.”

(Bihar Al Anwar tomo 71, pag.63, hadis 75)

 

Jaber Ibn Abdullah certo dia na presença do Profeta Muhammad (s.a.w) olhou para Meca e disse:

“Feliz és tu o Meca e tudo o quanto representas perante Deus. Juro por Deus que a honra de um crente é maior que tu. Por Deus e pelo respeito que esta casa merece que um crente deve ser respeitado em três itens fundamentais:

“Que cuide de sua riqueza, que cuide de seu sangue e que não seja alvo da maledicência.”

(Bihar Al Anwar tomo 67, parte 1, hadis 39)

 

O Imam Baker (a.s) nos diz:

“Deus deu três honras a um crente:

1) A honra na vida terrena e eternidade

2) A salvação no outro Mundo

3) Ser grande no peito dos homens

(Bihar Al Anwar tomo 68, hadis 11, parte 15)

 

O Imam Assadek (a.s) nos diz:

“A honra de um crente deve ser maior que a Caaba.”

(Bihar Al Anwar tomo sete, parte 16, hadis 16)

 

O Imam Assadek (a.s) em outra narrativa nos diz:

“Deus o Altíssimo alerta a aquele que deseje oprimir a seu irmão que e como estivesse iniciando uma guerra com o Criador. E aquele que respeite ao seu irmão será então respeitado por Mim.”

(Bihar Al Anwar tomo 75, parte 56, hadis 12)

 

Com relação aos versículos corânicos e as narrativas da Casa Profética (Ahlul Bait) e fazem entender a necessidade do respeito com o próximo e a nos alijarmos da maledicência e da gozação.

É claro o fato de que a gozação faz com que o respeito e a honra se percam. Por este motivo o Alcorão nos proibiu de agirmos assim. A surata n° Al Hujjurat/ Os Aposentos no versículo n°11 nos diz:

 

“Ó fiéis, que nenhum povo zombe do outro; é possível que (os escarnecidos) sejam melhores do que eles (os escarnecedores). Que tampouco nenhuma mulher zombe de outra, porque é possível que esta seja melhor do que aquela. Não vos difameis, nem vos motejeis com apelidos mutuamente. Muito vil é o nome que detona maldade (para ser usado por alguém), depois de Ter recebido a fé! E aqueles que não se arrependem serão os iníquos.”

 

Em outro versículo considera um ato dos hipócritas como nos diz a surata n°2 Al Bacará / A Vaca no versículo n°14:

 

“Em quando se deparam com os fiéis, asseveram: Cremos. Porém, quando a sós com os seus sedutores, dizem: Nós estamos convosco; apenas zombamos deles.”

 

Deus nos alerta que aqueles que debocham de um crente serão castigado por Deus. Como nos revela a surata n°9 At Taubah / O Arrependimento no versículo n°79:

 

“Quanto àqueles que caluniam os fiéis, caritativos, por seus donativos, e escarnecem daqueles que não dão mais do que o fruto do seu labor, Deus escarnecerá deles, e sofrerão um doloroso castigo.”   

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2016
A MENTIRA

A MENTIRA