Trinta dias, Trinta histórias

Trinta dias, Trinta histórias

No programa de hoje, recordamos a história de Uzair e suas perguntas sobre a ressurreição

Um homem viajou de burro. Ele trouxe consigo alguns mantimentos para comer e beber. Ele  nunca tinha  passado por tal estrada antes, por isso era desconhecido. Enquanto continuava sua jornada, passou pelas ruínas de uma cidade. Os destroços indicavam que moravam pessoas naquela aldeia, faz muito tempo, e agora não havia mais nada de suas casas, mas apenas um pedaço de pedras e terras. Entre as ruínas, se encontrou restos mortais e ossos de seus antigos habitantes.

O homem ficou surpreso ao ver esta cena e pensou: "As pessoas desta aldeia morreram e seus ossos estão dispersos por toda a parte de uma forma que não podem ser identificados". Ele começou a sussurrar para si mesmo: Deus, eu sei que Você é Poderoso e Onipotente e o que o Senhor diz a verdade. Eu sei que Suas promessas são verdadeiras e que a Ressurreição acontecerá e os mortos voltarão a se reencarnar, no entanto, Deus, como Você vai transformar vivos esses ossos podres e corpos mortos e à sua forma original? O homem estava pensando e não sabia que iria morrer e Deus o ressuscitaria depois de 100 anos.

O homem voltou à vida graças à vontade de Deus. Naquele tempo, o Senhor enviou um anjo e ele lhe perguntou: Quanto tempo você ficou neste deserto? O homem que achava que não passara mais do que um instante respondeu imediatamente: "Um dia ou menos". O anjo disse: "Você está aqui há cem anos, olhe para o seu mantimento, que não mudaram pela ordem de Deus. Mas, olhe para o seu burro para que entenda que esteve morto por 100 anos. ”ao observar os restos mortais do seu burro disse:“ Meu Deus,  o corpo dele está desmembrado e seus ossos podres”.

Ele ficou impressionado com cada evidência. O anjo lhe disse: "Veja agora como estas partes dispersas serão reconstruídas e revividas”. O homem, depois de observar esta cena, disse: "Deus, sei que o Senhor é capaz de fazer tudo, já me sinto tranquilo, vendo a ressurreição com meus olhos, o  meu coração está agora relaxado.

Uzair voltou a sua  casa com o seu animal vivo. No caminho, verificou que tudo estava modificado. Ele chegou em casa. Quando saiu, tinha 50 anos e sua esposa estava grávida, mas quando  voltou, ainda tinha 50 anos, mas seu filho de 100 anos. Ninguém o reconheceu.

Uzair, foi um dos profetas designado depois do profeta Moisés, que observou com os olhos um exemplo da ressurreição neste mundo. Na casa de Uzair, havia uma velha cega e muita debilitada que o reconheceu. A velha foi a Uzair e disse: “Uzair era um homem muito respeitado e Deus cumpria suas súplicas, e se você é verdadeiramente o Uzair, ore por mim para que Deus me devolva minha juventude”. Uzair solicitou a Deus e, por vontade divina, a velha se tornou novamente jovem e saudável.

Queridos amigos, a história sobre Uzair, o profeta, é mencionada no versículo 259 da surata Al-Bacará (A Vaca) e é um exemplo da Ressurreição que ocorreu neste mundo. Neste versículo nós lemos:

“Tampouco reparastes naquele que passou por uma cidade em ruínas e conjecturou: Como poderá Allah ressuscitá-la depois de sua morte? Allah o manteve morto durante cem anos; depois o ressuscitou e lhe perguntou: Quanto tempo permaneceste assim? Respondeu: Permaneci um dia ou parte dele. Disse-lhe: Qual! Permaneceste cem anos. Observa a tua comida e a tua bebida; constata que ainda não se deterioraram. Agora observa teu asno (não resta dele mais do que a ossada); isto é para fazer de ti um exemplo para os humanos. Observa como dispomos os seus ossos e em seguida os revestimos de carne. Diante da evidência, exclamou: Reconheço que Allah é Onipotente!”

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
Mensagem do Imam Khomeini para os muçulmanos do mundo pela ocasião do Hajj 2018