Lailatul Qadr (A Noite do Decreto)

  • Código da notícia : 762048
  • Font : abna
Brief

Louvado seja Deus. Ele revelou o Alcorão como a luz da humanidade. E enviou Mohammad (S) como um alvissareiro e admoestador. Ele agraciou os fieis com o mês da misericórdia e do perdão, e incluiu nele uma noite melhor do que mil meses.


Deus diz, no seu Glorioso Livro: “Sabei que o revelamos (o Alcorão), na Noite do Decreto. E o que te fará (ó Muhammad) entender o que é a Noite do Decreto? A Noite do Decreto é melhor do que mil meses (em virtudes).” (97:1-3).

Deus diz: “Nela se decreta todo assunto prudente.” (44:4). São decretados nela as ações e seus respetivos benefícios, que são copiadas do Livro Matriz e mostradas aos anjos responsáveis pelo controle e registro das ações.



Entre sua importância é a honra de ter uma Surata designada a seu nome (Surat el Qadr). O Profeta Muhammad (S) disse: “Quem praticar as orações na Noite do Decreto, com fé e esperança, Deus lhe perdoará todos (os menores) pecados anteriores”.



Das suas virtudes, consta que Deus revelou nela o Alcorão. Essa noite é melhor do que mil meses, em virtudes. É uma noite abençoada. Deus diz: “Nós o revelamos durante uma noite bendita.” (44:3). Durante ela os anjos descem com a bênção e a misericórdia, circundam em volta daqueles que estiverem ocupados na recordação de Deus, e ela (a noite) é repleta de paz até ao romper da aurora.

O Profeta Muhammad (S) nos ordenou procurarmos durante os dez últimos dias do mês de Ramadan. Aicha (R) relatou que o Profeta (S) disse: “Buscai a Noite Abençoada entre as noites ímpares (ou seja, 21ª, 23ª, 25ª, 27ª e 29ª), das dez últimas noites do Ramadan”. O melhor que se dever fazer, para se ter a certeza, é procurar durante todas as últimas dez noite do Ramadan.


Os melhores atos durante essa noite abençoada é a súplica, a recitação do Alcorão, o cumprimento das orações facultativas e evitar a ofensa, quer em atos graves ou leves.


Os muçulmanos piedosos das primeiras épocas se preparavam para essa noite e a recebiam como se estivessem em comemoração. Abu Zar (R) costumava vestir as suas melhores roupas, perfumando-se para a Noite de Decreto que ele julgasse ser.

O Profeta (S) costumava se empenhar nos dez últimos dias de Ramadan, em orações (Salah), recitação do Alcorão e súplicas; e costumava ficar em retiro na mesquita. Aicha (R) relatou que no início dos últimos dez dias do mês de Ramadan, o Profeta (S) costumava ficar acordado por toda a noite, acordava também a sua família, e desapertava o seu cinto, ou seja, era o mais assíduo na súplica a Deus.


Conteúdo relacionado

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Arbaeen
Notícias do luto ao Imam Hussein pelo mundo
پیام رهبر انقلاب به مسلمانان جهان به مناسبت حج 1440 / 2019