?>

A Importância de Dizer a Verdade

A Importância de Dizer a Verdade

Em todas as mensagens celestes, as questões morais estão entre os tópicos mais importantes. Deus enviou os Mensageiros para assegurar que a vida dos homens estivesse baseada na retidão e no equilíbrio. A religião está destinada a se um organizador da mente humana, para que ela não se abra exceto à verdade e só compactue com o amor. Quanto à vida do homem e sua prática, ele deve buscar só o bem e a justiça.

Autenticidade e a Probidade

Neste aspecto, há duas questões principais que as Mensagens acentuaram no campo da educação moral. Elas estão ligadas com as questões mais importantes da vida, como as relações das pessoas umas com as outras e destas com a verdade. Esses são as questões de autenticidade e probidade. O Imam Sadiq (A.S.) disse: “Deus não enviou nenhum profeta que não foi (confirmado) com autenticidade e confianças voltadas para os benfeitores e para os malfeitores”. Deus quis que os profetas educassem as pessoas nesta vida e lhes dissessem que elas deveriam ser verídicas no que elas dizem. E elas não devem mentir, porque a mentira altera fatos e pode eliminar as bases da segurança. Elas também devem ser educadas para ser dignas de confiança, porque isso faz com que cada um se respeite e não volte em sua palavra ou compromisso.

Os Imames dos Ahlul Bait {a Nobre Desendência Profética (A.S.)}acentuaram o significado de ser verídico aos olhos de Deus. O Imam Sadiq disse: “Se uma pessoa aprender a ser verídica, irá congratular-se e orgulhar-se de você mesmo”.

O Imam também disse: “Aquele cuja língua é verídica, seu trabalho será abençoado”.

A verdade é o teste da crença

No contexto de como testar a crença de um homem, o Imam Sadiq (A.S.) refutou as idéias do crente que reza ou jejua demasiadamente. Ele diz: “Não seja enganado pelas quantidades de orações e jejum. Um homem pode ser tão imerso na reza e no jejum que irá se sentir preocupando se os deixa. Aquela pessoa que pratica esses deveres religiosos como um hábito que é bastante mecânico, não se faz piedosa no seu comportamento na vida”. Assim, o Imam (A.S.) convida-nos a testá-los se forem “verídicos na confiança”. Eles devolvem o dinheiro com que você lhes confiou e guarda os segredos que você pediu-os para guardar? Se eles forem verídicos na suas palavras e honrados nas suas condutas, então são verdadeiros crentes.

Desde então, se um homem – ou uma mulher – mentir, mesmo que seja uma pequena mentira, ela se tornará uma mentira grande. O Imam Al-Baqir (A.S.) diz: “Deus fez fechaduras para a maldade e fez da bebida suas chaves”. Ou seja, a bebida faz a pessoa perder o juízo e cometer a maldade. O Imam acrescentou: “A mentira é maior que a bebida”.

Os verídicos são os tementes

Neste Livro Glorioso que é o Alcorão Sagrado, Deus falou sobre a autenticidade em um caminho que compreende todas as partes da crença. O Alcorão descreve os tementes como aqueles que não se desviam da senda reta, acreditam em Deus e no Dia do Juízo Final, nos Anjos, nos Livros e nos Mensageiros; gastam suas riquezas por amor a Deus, pela sua família, com os órfãos, com o indigente, o viandante e o resgate de escravos; são constantes na oração, fazem caridade; cumprem os contratos e são pacientes na dor e na adversidade, e por Deus levam a verdade e aceitam a verdade; eles seguem os líderes verídicos e fiéis, rejeitam os arrendatários que mentem nas suas conversações e compromissos. Isto é o que Deus quis dizer quando nos encomendou: “Vocês que acreditam, tenham cuidado no seu dever para com Deus e sejam verídicos”. Essa é a moral islâmica, que levanta o indivíduo e conserva a retidão da comunidade e a sua segurança.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*