?>

Afeganistão busca assistência militar na Índia em meio a escalada do conflito com Talibã

Os combates entre as forças do Afeganistão e do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) se intensificaram nas últimas semanas, após a retirada das tropas estrangeiras.

Nenhum cessar-fogo foi anunciado durante o Eid al-Adha, significando que os confrontos continuarão enquanto o Talibã mantém o controle de grande parte do território.

Com a escalada do conflito com o Talibã, o Afeganistão está procurando a assistência militar da Índia para combater os terroristas, que continuam alegando o controle de pontos importantes na fronteira e de cidades devastadas pela guerra.

O recém-nomeado chefe do Exército do Afeganistão, general Wali Mohammad Ahmadzai, agendou um encontro com responsáveis indianos, incluindo o chefe do Exército da Índia, general M.M. Naravane, e o conselheiro de Segurança Nacional, Ajit Doval, para a próxima semana.

O fornecimento de equipamentos e plataformas militares da Índia estará no topo da agenda do Exército afegão durante as negociações entre os dois países, segundo os funcionários indianos.

Desde que os EUA começaram a retirar suas tropas do Afeganistão em maio, o Talibã já tomou mais de 50 dos 370 distritos do país 


A Índia está investindo pesado em projetos de infraestrutura no Afeganistão, gastando aproximadamente US$ 3 bilhões (R$ 15,7 bilhões) construindo rodovias, uma barragem crítica e o prédio do Parlamento no país, que foi inaugurado em 2015.

Além disso, a Índia mostrou interesse em proteger os negócios nacionais do Afeganistão em meio a relatos de que o Paquistão colaborou com o Talibã para atingir alvos indianos no Afeganistão durante o conflito.

Depois de o conflito se intensificar no Afeganistão, os funcionários do consulado da Índia em Kandahar foram evacuados e enviados de volta para casa no dia 11 de julho.

O vice-ministro para aquisição e planejamento técnico do Afeganistão também deveria visitar a Índia de 11 a 16 de julho, contudo a visita foi remarcada sem uma data definida.

...............

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*