?>

Aiatolá Ramezani: A Grã-Bretanha está tentando inflamar a sedição / Sheikh Ahmad Qaban: O Ocidente busca enfraquecer as instituições xiitas

O Secretário-Geral da Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt (AS) disse: "Infelizmente, mais do que nunca, a Grã-Bretanha está expondo xiitas e sunitas extremistas e está tentando acender o fogo da sedição.

Segundo a agência de notícias Ahl al-Bayt (AS), Abna - Durante sua visita ao Líbano, o Aiatolá Reza Ramezani, Secretário-Geral da Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt (AS), se reuniu com o Líder Religioso Sheikh Ahmad Qabban, filho do falecido Sábio Religioso Abdul Abdul Qaban, o falecido presidente da Assembleia Suprema Xiita Libanesa.

Sheikh Ahmad Qaban disse no início da reunião: "Meu pai, o falecido Sábio Religioso Abdul Amir Qaban, sempre procurou formar um conselho jurisprudencial xiita com a presença de todos os países xiitas, para que este conselho tentasse estrategicamente manter a autoridade xiita lidando com assuntos xiitas ao longo do ano. Muitos dos xiitas, em relação às suas responsabilidades, trabalhos e futuro, são afetados através de opiniões e fatwas. Espero que o plano do falecido Sábio Religioso Qaban seja realizado na presença do Aiatolá Ramezani".

O Aiatolá Ramezani continuou sua reunião expressando satisfação em relação as questões levantadas pelo Sheikh Ahmad Qaban: "Parece que estou frente a frente com o Sheikh Shams al-Din e o Sábio Religioso Qaban e espero que o Sheikh Ahmad Qaban continue o caminho de seu pai e de outros estudiosos. Em minha opinião, o Imam Musa Sadr e o falecido Shams al-Din foram perseguidos pela oposição por causa de suas opiniões claras".

Ele continuou: "Infelizmente, mais do que nunca, a Grã-Bretanha está cultivando e fortalecendo extremistas xiitas e sunitas. Tentando com isso acender o fogo da sedição e até mesmo desviou algumas autoridades dos dois seguimentos religiosos. Devemos estar atentos às conspirações do inimigo sedicionista. A Assembleia Suprema Xiita Libanesa deve desempenhar um papel mais ativo e tomar um caminho interativo para participar da sociedade e se comunicar com outras religiões e denominações".
O Sheikh Ahmad Qaban declarou na parte final da reunião: "Hoje, as instituições xiitas no Líbano precisam do apoio financeiro da República Islâmica do Irã para serem mais ativas na continuação de seu caminho. A má situação econômica no Líbano deixou as instituições xiitas abandobadas no país, e os Estados Unidos e o Ocidente pretendem enfraquecer essas instituições por meio da pressão econômica para acabar com os resultados das eleições no Líbano a seu favor".
© 2005-2020 Agência de Notícias AhlulBait. Todos os direitos reservados. A reprodução, tradução ou distribuição destas notícias é autorizada sem modificar o conteúdo e citando a fonte ABNA24 e o autor/tradutor.
..............
308

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*