?>

Aiatolá Ramezani: Imam "Musa Sadr" e Allama "Sharaf al-Din" foram os porta-bandeiras do movimento de união / Representante do movimento Amal em Tiro: Esperamos usar as publicações da Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt

O Secretário-Geral da Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt (AS) disse: os Sábios Religiosos Sharaf al-Din e Imam Musa Sadr foram os porta-bandeiras do movimento de união e unicidade. A presença do Imam Musa Sadr na igreja abriu o caminho para o diálogo entre religiões.

Segundo a agência de notícias Ahl al-Bayt (AS), Abna - Segundo a agência de notícias Ahl al-Bayt (AS), Abna - Aiatolá Reza Ramezani, Secretário-Geral da Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt (AS), durante sua visita ao Líbano, se encontrou com o Lider Religioso Sheikh Hassan Abdullah, representante do movimento Amal na cidade de Tiro .

Sheikh Hassan Abdullah, ao dar as boas-vindas ao Secretário-Geral da Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt (AS) e à delegação que o acompanhava, declarou: As atividades culturais e de divulgação do Sábio Religioso Seyyed Abdul Hussein Sharafuddin e Imam Musa Sadr causaram isso, apesar das muitas religiões e seitas nesta região, não vemos diferenças na região e a solidariedade e convivência pacífica nesta região é muito boa. Nesta região, apesar da presença de pessoas de diferentes nacionalidades e das forças da ONU, existe um espírito de resistência, e esse espírito fez com que o inimigo não tivesse o direito de entrar e interferir nos assuntos do nosso país e desta região.

Ele observou: "Esperamos poder cooperar com a Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt (AS) na área de divulgação e na área cultural e poder usar as publicações desta assembléia nesta região."

O aiatolá Ramezani continuou a reunião expressando satisfação com a solidariedade entre o Hezbollah e o movimento Amal, dizendo: "Esta aliança criará mais força na resistência, a união entre os muçulmanos aumentará o poder deste país e mostrará a elevada moral dos estudiosos religiosos, nossos inimigos estão tentando minar essa unidade e criar sedição entre religiões e incitar a sedição."
O Secretário-Geral da Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt (AS) continuou: "70 anos atrás um livro chamado Qom foi publicado no qual uma extensa pesquisa foi feita sobre o seminário religioso da cidade sagrada de Qom, sobre as autoridades religiosas e alunos deste seminário, muitos diziam que não haviam motivos para que este livro foi escrito e que a divulgação de tal livro era algo fútil, enquanto o inimigo utilisou essa pesquisa 70 anos atrás para criar diferenças e discórdias entre as autoridades e os estudiosos de hoje. Devemos ter muito cuidado para não cair na armadilha dessas diferenças, e essas conspirações podem ser vistas onde os xiitas estão.

Ele acrescentou: "Acreditamos que o Profeta (S.A.A.S) e os Ahl al-Bayt (S.A.A.S) são para todos os muçulmanos e de acordo com essas semelhanças, devemos aumentar o relacionamento com todos os muçulmanos e irmãos sunitas e remover as correntes Takfiri (grupos de pensamentos desviados) e ISIS do Islã do Profeta Muhammad." O Líder Religioso Sheikh Hassan Abdullah anunciou que o diálogo inter-religioso é realizado a cada 6 meses nesta região, o que é uma boa notícia e deve ser fortalecido. Os Sábios Religiosos Sharafuddin e Imam Musa Sadr foram os porta-bandeiras deste movimento unificador, a presença do Imam Musa Sadr no igreja, abriu o caminho para o diálogo inter-religioso, e esse diálogo deve ser expandido.

Na parte final da reunião, o Secretário-Geral da Assembleia Mundial dos Ahl al-Bayt (AS) dirigiu-se ao representante do movimento Amal em Tiro e disse: “Estamos prontos para buscar a cooperação cultural com você nesta região. "
........
308

Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*