?>

'Caminho está claro': Irã estabelece 3 condições para que EUA possam regressar ao acordo nuclear

As autoridades do Irã estimam que os EUA poderiam regressar ao JCPOA apenas se Washington suspender todas as sanções econômicas contra Teerã, assumir a culpa por ter violado o acordo e garantir que não voltará a sair unilateralmente do pacto como fez em 2018.

"Os Estados Unidos devem ter em conta que não são membros do Plano de Ação Conjunto Global [JCPOA, na sigla em inglês] e não podem exigir nada de outros membros dentro do âmbito do acordo", afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Said Jatibzadé.

"O caminho para os EUA regressarem ao JCPOA está claro: devem assumir sua culpa [...], cancelar as sanções de uma vez por todas e devem garantir que nenhuma nova administração repita os passos de [Donald] Trump e saia do acordo nuclear posteriormente", sublinhou o porta-voz.
O acordo nuclear foi assinado em 2015 entre Irã, EUA, França, Reino Unido, Rússia, China e Alemanha. O JCPOA prevê o cancelamento de certas sanções contra Teerã em troca de seu compromisso de não desenvolver nem adquirir armas nucleares.

O pacto limita a 3,67% o grau de pureza de refinamento de urânio por parte do país persa. No entanto, Teerã começou a enriquecer este elemento radioativo a níveis que superam esse limite, após a administração Trump retirar os EUA do acordo em 2018, impondo novas sanções contra o país.

Na sexta-feira (6), a Organização de Energia Atômica do Irã informou que o país produziu 25 quilos de urânio a 60% e 210 quilos de urânio enriquecido a 20%.

..............

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*