?>

China lança combate de 'zona cinza' e pode bloquear seus portos e aeroportos principais

As Forças Armadas da China são capazes de bloquear os portos e aeroportos principais de Taiwan, afirmou o Ministério da Defesa da ilha nesta terça-feira (9), avaliando como "grande" a ameaça militar chinesa.

Em um relatório que é publicado a cada dois anos, o Ministério da Defesa de Taiwan disse que a China lançou o que chama de guerra de "zona cinza", referindo-se a 554 "intrusões" de aviões de guerra chineses no teatro do sudoeste de sua Zona de Identificação de Defesa Aérea (ADIZ, na sigla em inglês) entre setembro do ano passado e o fim de agosto.

O Exército de Libertação Popular (ELP) da China tem o objetivo de concluir a modernização de suas forças até 2035 para "obter superioridade em possíveis operações contra Taiwan e capacidades viáveis para negar o acesso de forças estrangeiras, representando um grande desafio para nossa segurança", conforme o ministério citado pela Reuters.

"Atualmente, o ELP é capaz de realizar um bloqueio conjunto local contra nossos portos, aeroportos e rotas de voos de saída críticos, de cortar nossas linhas de comunicação marítimas e aéreas e impactar o fluxo de nossos suprimentos militares e recursos logísticos", disse o Ministério da Defesa.

O recente aumento de exercícios militares chineses na ADIZ taiwanesa é considerado por Taipé uma estratégia de perseguição cuidadosamente planejada.

"Seu comportamento intimidante não apenas consome nosso poder de combate e abala nossa confiança e moral, mas também tenta alterar ou desafiar o status quo no estreito de Taiwan para finalmente alcançar seu objetivo de 'capturar Taiwan sem luta'", afirmou a Defesa taiwanesa.
Para combater as tentativas chinesas de "capturar Taiwan rapidamente negando intervenções estrangeiras", o Ministério da Defesa prometeu aprofundar seus esforços de "guerra assimétrica" para tornar qualquer ataque tão doloroso e tão difícil quanto possível para a China.

..........

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*