?>

Ciro afirma que caso seja eleito demitirá, no 1º dia de mandato, toda diretoria do Banco Central

Ciro afirma que caso seja eleito demitirá, no 1º dia de mandato, toda diretoria do Banco Central

Pedetista diz que mudará o modelo vigente na instituição bancária atrelando controle da inflação ao pleno emprego, e fazendo com que o BC tenha autonomia operacional.

Na quinta-feira (14), o presidenciável do PDT, Ciro Gomes, disse que caso saia vencedor das eleições, convidará toda a diretoria do Banco Central a se demitir no primeiro dia do seu governo, segundo a Folha de São Paulo.
"No primeiro dia do meu governo nós somos todos cavalheiros, a atual direção do Banco Central será convidada a se demitir. Ficou alguma dubiedade?", provocou Ciro citado pela mídia.

Para realizar tal ação, ​o candidato disse que não haverá quebra de contrato, porque vai revogar nos primeiros seis meses de governo o atual estatuto da autonomia "tal como foi votado".
"O Banco Central brasileiro comigo será mandatário, portanto, gozará de uma autonomia operacional, mas para cumprir a menor inflação a pleno emprego. Hoje o regime de metas de inflação determina apenas a perseguição da menor inflação, desconsiderando qualquer outra ordem de considerações ou valores, o que é um absurdo completo, criminoso em um país com essa situação social e econômica. E só tem uma arma para atirar, que é a taxa de juros", detalhou Ciro.
A visão do pedetista é bem diferente da expressa pelo ex-presidente Lula, de acordo com o jornal, o petista pretende manter o atual presidente do BC, Roberto Campos Neto, até 2024, segundo a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann.

.............

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*