?>

EUA não têm direito de impor condições a Teerã quanto ao acordo nuclear, declara líder máximo do Irã

EUA não têm direito de impor condições a Teerã quanto ao acordo nuclear, declara líder máximo do Irã

Os EUA não têm o direito de impor condições a Teerã quanto ao acordo nuclear, declarou neste domingo (7) o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei.

Anteriormente Washington disse que o Irã deve retornar ao cumprimento de suas obrigações no âmbito do acordo e que, nesse caso, os EUA fariam o mesmo.

​O lado com o direito de estabelecer condições quanto ao JCPOA [Plano de Ação Conjunto Global] é o Irã, uma vez que ele cumpriu todos os seus compromissos, e não os EUA ou os três países europeus [Reino Unido, França e Alemanha] que violaram os seus. Se eles querem que o Irã volte, os EUA devem cancelar todas as sanções. Vamos verificar e, se tudo for feito corretamente, voltaremos aos nossos compromissos.

aiatolá Khamenei enfatizou também que os EUA devem cancelar as sanções "não no papel ou em palavras, mas na realidade", e que o Irã vai verificar, de acordo com o comunicado publicado no site oficial do líder iraniano.
Recentemente a Casa Branca declarou que presidente dos EUA Joe Biden tinha intenção de discutir com os seus aliados os planos das negociações com Irã.

Teerã afirmou por sua vez que negociações com Washington não fazem parte dos seus planos e que qualquer progresso neste sentido depende de medidas práticas de Washington.

O JCPOA foi celebrado em 2015, mas não chegou a três anos de existência. Em 2018, a administração de Donald Trump anunciou sua saída unilateral do acordo nuclear, alegando violação do documento por parte do Irã, apesar de inspeções internacionais confirmarem que não houve incumprimento. Washington retornou à política de "pressão máxima" contra a nação persa. Isso levou Teerã a aumentar gradualmente a produção de urânio enriquecido.

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*

پیام رهبر انقلاب به مسلمانان جهان به مناسبت حج 1441 / 2020
Não ao acordo do século