?>

General iraniano elogia luta do Hezbollah contra Israel e acusa EUA de espalhar pobreza

General iraniano elogia luta do Hezbollah contra Israel e acusa EUA de espalhar pobreza

General Hossein Salami, comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês), elogiou o movimento Hezbollah do Líbano sugerindo que o partido político e as forças da milícia agem para deter "conspirações" israelenses na região antes que elas possam ser realizadas.

"Hoje, Líbano e Hezbollah se opõem firmemente contra os sionistas, e sempre que o inimigo procura tomar quaisquer ações, Hezbollah vai cortá-las pela raiz", disse o comandante iraniano na segunda-feira (26) durante um discurso citado pela agência Tasnim e portal PressTV.

Salami inculpou os EUA, afirmando que tudo o que o país já fez a outras nações foi espalhar pobreza, atraso e saquear suas riquezas. Mas, segundo ele, o Irã não é mais afetado pela propaganda de Washington.

"Os EUA não têm credito aos olhos dos iranianos e nós [no IRGC] estamos dispostos a entregar nossas vidas ao serviço da nação iraniana”, sublinhou.
General da República Islâmica observou que os inimigos do Irã recorrem a sanções, outras formas de pressão econômica e ações indiretas depois de entenderem que Teerã não poderia ser derrotado militarmente.

Exortando os iranianos a resistirem a essas pressões, ele sugeriu que "nenhuma nação alcançaria poder e desenvolvimento sem lutar por eles" e que, "na ausência de resistência contra os inimigos, a sociedade perderia sua dignidade, segurança e poder".

Salami observou que os inimigos do Irã liderados pelos EUA têm concebido todo o tipo de conspirações contra o país e utilizado todo o tipo de assassinatos, sanções e ameaças, "mas nossa nação nunca ficou parada e continuou em seu caminho com mais rigor".
Em meados de julho, o ministro da Defesa israelense Benny Gantz exortou o governo a realizar preparativos mais intensos para um cenário em que o Irã obtém armas nucleares.

..............

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*