?>

Jordanianos protestam contra restrições do governo aos centros de memorização do Alcorão

Jordanianos protestam contra restrições do governo aos centros de memorização do Alcorão

Ativistas jordanianos lançaram uma campanha nas redis sociais para protestar contra as restrições do governo aos centros de memorização do Alcorão Sagrado no país.

Citando Joe 24, ativistas jordanianos lançaram uma campanha nas redis sociais, expressando sua oposição às condições impostas pelo governo aos centros de memorização do Alcorão Sagrado e aos centros islâmicos no país.

Uma dessas condições é a redução do horário de trabalho dos centros corânicos e o estabelecimento de condições para sua gestão e realização de exames de professores pelo Ministério de Doações e Assuntos Islâmicos.

Ativistas e pessoas próximas a associações e centros islâmicos acham essas condições impossíveis, dadas as condições das associações que são consideradas voluntárias e desempenham um papel importante na educação dos jovens e na memorização do Alcorão Sagrado.

Diz Hassan al-Riyati, membro do parlamento jordaniano, o sistema estabelecido pelo Ministério de Doações e recentemente aprovado pelo Conselho de Ministros, as condições estabelecidas, restringiu o trabalho das associações para a memorização do Alcorão Sagrado.

............

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*