?>

Líder da Revolução após receber a primeira dose da vacina "COVIran Barakat": Devemos respeitar a honrar nacional da "vacina iraniana".

Líder da Revolução após receber a primeira dose da vacina

Esta manhã (sexta-feira, 25 de junho de 2021), o Líder Supremo da Revolução recebeu a primeira dose da vacina iraniana, COVIran Barakat. A vacina, que é produto dos esforços de jovens pesquisadores e cientistas iranianos, recebeu recentemente uma licença para confiar no conhecimento nativo, e o Irã se tornou um dos seis países produtores da vacina contra o Covid no mundo.

O Grande Aiatolá "Seyyed Ali Khamenei" recebeu a primeira dose da vacina COVIran Barakat esta manhã (sexta-feira, 25 de junho de 2021). A vacina, que é produto dos esforços de jovens pesquisadores e cientistas iranianos, recebeu recentemente uma licença para confiar no conhecimento nativo, e o Irã se tornou um dos seis países produtores da vacina contra o Covid no mundo.
Gostaria de agradecer de coração o Ministro e todos os centros de saúde do país, também não poderia deixar de agradecer o Sr. Mokhber e seus colegas que se apresentaram neste caso, bem como em outras questões com compaixão, interesse, iniciativa e habilidade, e também o Dr. Marandi e Dr. Sajjadi devido a seu constante cuidado com a minha saúde.

Referindo-se à insistência para ser vacinado há alguns meses, o Líder Supremo da Revolução disse: “No início, eu não queria usar uma vacina não iraniana, então disse que esperaria pela vacina iraniana pois devemos respeitar esta honra nacional e Por que não prevenir e tratar com um produto interno quando há possibilidade de tê-lo?
O mesmo acrescentou: "É claro que, quando necessário, o uso de vacinas estrangeiras junto com vacinas iranianas não será um problema, mas devemos respeitar a vacina iraniana e agradeço a todos os jovens cientistas, trabalhadores e pessoas ativas que estão trabalhando na produção desta vacina e todos os centros que estão produzindo vacinas no país. "
O Líder Supremo da Revolução Islâmica disse: “Além de insistir no uso da vacina iraniana, enfatizei que a vacina deveria ser aplicada na vez correspondente a minha idade. Hoje, graças a Deus, pessoas com mais de 80 anos e pessoas com a mesma idade que eu, já receberam a vacina. "

Ele também destacou a necessidade de registrar documentos científicos e publicar artigos relacionados a vacinas e acrescentou: além da produção forte, rápida e oportuna de vacinas, preparem e publiquem documentos e artigos científicos para que o mundo conheça seu grande trabalho.
O Ministro da Saúde e Educação Médica, Said Namaki, agradeceu ao Líder Supremo pelo apoio, apontou a boa gestão do quarto percursor do Covid no país em comparação com outros países e o registro do modelo de tratamento iraniano, e disse: Em relação à vacina, foram tomadas boas medidas desde o início para aquisição e transferência de conhecimento técnico, e a equipe executiva da ordem do Imam Khomeini, além da vacina, prestou uma cooperação muito boa no fornecimento de máscaras e de geradores de oxigênio.
"Depois de emitirmos a licença da vacina, o presidente dos EUA anunciou que era possível transferir a vacina para o Irã, o que mostrou que suas declarações anteriores eram falsas", disse Namaki, referindo-se à vergonha dos americanos em afirmar que não havia restrições sobre a transferência de equipamentos e medicamentos para o Irã.

O Ministro da Saúde disse: “Até o final de agosto, grupos de risco, pacientes de difícil cura e pessoas com mais de 60 anos de idade receberão a vacina, e depois alunos e funcionários de escolas”.
O Dr. Namaki também informou sobre a atividade de um grupo especial para registrar os documentos científicos de várias vacinas que estão sendo produzidas no país e apresentar esses documentos a órgãos internacionais.
Sobre os cuidados necessários após a vacina, Namaki disse: “o uso da máscara ainda é necessário, pois a vacina reduz o risco de doenças graves, mas ainda existe a possibilidade de contrair o vírus”.
O informante do Chefe de Gabinete do Imam Khomeini também considerou a injeção da vacina ao Líder da Revolução Islâmica como um evento único e uma tradução prática da autoconfiança interior e da confiança na juventude e nos esforços de mais de 200 jovens profissionais com idade média inferior a 30 anos.
Referindo-se aos esforços de pesquisadores de empresas baseadas no conhecimento na produção em massa de ventiladores médicos e medicamentos como "Remdesivir", o informante disse: "Até o final de setembro, grande parte das necessidades de vacinas do país será atendida".

........................

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*