?>

Lula defende regulação de redes sociais visto que Brasil tem presidente 'que diz 5 mentiras ao dia'

No intuito de parar fluxo de fake news que causam "mal à socidade", ex-presidente defende regulamentação da mídia, ao mesmo tempo que acredita que maiores impostos devem recair sobre donos de aplicativos.

O ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, voltou a comentar sobre regulação das redes sociais durante sua viagem pela Europa, de acordo com a revista Veja.
Segundo a mídia, o ex-mandatário, que já havia recebido conselhos de seus aliados para não tocar no assunto, disse que é necessário colocar um "parâmetro" nas redes para interromper o intenso fluxo de fake news.
"Vamos ter que regulamentar as redes sociais, regular a Internet, colocar um parâmetro. Uma coisa é você utilizar os meios de comunicação para informar, educar. Outra coisa é para fazer maldade, para contar mentiras, causar mal à sociedade", afirmou.

Citando que o país tem um presidente "que conta cinco mentiras por dia nas redes sociais", Lula defendeu que o país tem a necessidade de viver mais "democraticamente".

O ex-presidente também declarou que pretende cobrar a responsabilidade fiscal das plataformas digitais, as quais, segundo ele, não pagam imposto.
"Você tem as pessoas que são os donos dos aplicativos do mundo todo não pagando imposto, estão quase todos em paraísos fiscais [...]. Essa gente tem que ter responsabilidade, pra não permitir que a maldade seja veiculada para causar mal às pessoas [...]. A esquerda não tem que ter medo de debater esses temas, por mais difíceis que eles pareçam", disse.

Em agosto deste ano o ex-presidente já havia defendido a criação de uma nova regulamentação para mídia, conforme noticiado.

............

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*