?>

Marinha Britânica: 'Detectamos e rastreamos submarinos chineses'

O grupo do porta-aviões britânico HMS Queen Elizabeth teria detectado e rastreado submarinos chineses no mar do Sul da China, segundo seu comandante.

O comodoro Steve Moorhouse, chefe do grupo do porta-aviões britânico HMS Queen Elizabeth, disse em entrevista ao canal de TV Sky News que seus militares tiveram um encontro tenso com submarinos chineses no mar do Sul da China entre agosto e outubro deste ano.
Na ocasião, os submarinos chineses foram rastreados a partir do porta-aviões, enquanto este ficou em prontidão para interceptar caças chineses.
Fragatas e helicópteros ao serviço do HMS Queen Elizabeth localizaram os submarinos, ajudando o porta-aviões a esquivar-se dos mesmos.

Algumas aeronaves chinesas estavam próximo da área mas mantiveram-se distantes e enviaram sinais ao se desviaram da distância de lançamento de mísseis (cerca de 240 km) do grupo do porta-aviões.

Segundo o comodoro, as aeronaves chinesas não pressionaram os navios britânicos, mas suas manobras e a distância a que estavam seriam indicativos de que eles o fariam, caso fosse uma batalha real.
Esta área marítima é disputada por Pequim, o que tem causado descontentamento tanto em países da região como no Ocidente.
No geral, os submarinos chineses nucleares Type 093 são considerados mais ruidosos do que os atuais em serviço nas Marinhas russa e americana. Seu ruído é tão alto como os submarinos americanos e russos das décadas de 80 – 90.
Engenheiros chineses tentam tornar seus novos submarinos mais silenciosos, mas Pequim ainda está trabalhando no Type 095, embora não se saiba quando estes submarinos entrarão em serviço.

..........

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*