?>

Militantes do Talibã descobrem esconderijo contendo mísseis balísticos soviéticos

Militantes do Talibã descobrem esconderijo contendo mísseis balísticos soviéticos

Militantes do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) encontraram velhos mísseis balísticos de fabricação soviética no vale de Panjshir, enquanto combatiam as forças de resistência com base na região.

Os militantes do grupo insurgente encontraram o esconderijo de mísseis na margem do rio Panjshir. Nas imagens capturadas pelos talibãs, é possível ver cerca de dez mísseis balísticos de curto alcance Luna-M e outros dez mísseis balísticos de médio alcance R-17 Elbrus.

As armas foram, aparentemente, mantidas na área por muito tempo, sendo seu esconderijo visível nas imagens de satélite. As munições parecem estar muito desgastadas, e não está claro se os mísseis ainda se encontram operacionais.

Mísseis encontrados no centro de Panjshir durante operações de busca da IEA [Agência Internacional de Energia]. Um grande "ops". Parece coisa de médio alcance, semelhante a Tochka, mas especialistas militares saberão melhor.

Fabricado na década de 1960, o R-17 Elbrus é um míssil balístico de médio alcance, capaz de carregar várias ogivas - inclusive nucleares - a até 300 quilômetros. O Luna-M, por sua vez, é um míssil tático de curto alcance, podendo atingir 70 quilômetros.

Ambos os mísseis balísticos foram fornecidos pela União Soviética ao governo socialista afegão na década de 1980. Após seu colapso, no início da década de 1991, as munições acabaram nas mãos de vários grupos armados no Afeganistão.

...........

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*