?>

O lugar de Abraão e os graus do Islã no Alcorão

A palavra "Islã" refere-se a um ritual promovido pelo profeta Maomé. Mas esta palavra tem um significado geral no Alcorão, que foi mencionada na lingua de Ibrahim, e este conceito foi considerado de forma mais ampla do que uma simples religião, mas também mencionando a verdadeira religiosidade.

A palavra Islã é derivada da raiz  “submissão”, ambas significando obediência; Seja obediente a alguém ou  a algo e nunca o desobedeça.
A palavra Islã é usada no Alcorão referenciando  à  Abraão.

E nos versículos 127 e 128 da Surata Al-Baqarah lemos: E quando Abraão e Ismael levantaram os alicerces da Casa, exclamaram: Ó Senhor nosso, aceita-a de nós pois Tu és Oniouvinte, Sapientíssimo. Ó Senhor , permita-nos  que  submetamos a Ti e que surja, da nossa descendência, uma nação submissa à Tua vontade. Ensina-nos os nossos ritos e absolve-nos, pois Tu és  o Remissório, o Misericordiosíssimo. 
Nesses versos e similares, percebemos  que  o Islã significa submissão absoluta aos mandamentos divinos e a tudo o que vem de Deus.
 
Existem diferentes graus de submissão a Deus no cumprimento dos seus mandamentos .

O grau mais baixo  no  Islã é expressar a crença na unicidade de Deus e outros ensinamentos divinos, que chamamos de testemunhos( alshahadatayn).
 
O significado do Islã de Ibrahim nestes versos e  em  outros , é entregar-se a Deus , de tal forma que o homem não se considere dono de nada e reconhecer  a Deus como o verdadeiro dono de tudo e até de sua existência.
 
Neste caso, a vontade de Deus será sua vontade, e todos os seus esforços serão para obter o satisfação  de Deus.

É interessante notar que entre os versículos do Alcorão que foram proferidos com vários sermões como "Ó tu que crês...", "Ó Profeta..." e..., vários versículos como "Ó gente..."
 
Ilustram claramente  que este livro  revelado não é específico para uma raça, tribo ou grupo em particular, mas incluiu a todos em seu convite geral e os convida  a adorar o único Deus e a lutar contra qualquer politeísmo e desvio do monoteísmo.

Fonte: Al-Mizan Fi Tafsir Al-Quran, escrito por Seyyed Mohammad Hussein Tabatabai conhecido como Allameh Tabatabai. O autor deste livro, que é considerado uma das interpretações contemporâneas mais profundas, tentou interpretar os versículos do Alcorão usando outros versículos com referências mínimas a outros textos além do texto do Alcorão.

..........

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*