?>

Todas as forças dos EUA, incluindo Força Aérea 'criminosa', devem abandonar Iraque, diz milícia

Todas as forças dos EUA, incluindo Força Aérea 'criminosa', devem abandonar Iraque, diz milícia

A área onde se localiza a embaixada dos EUA em Bagdá foi atingida por foguetes, sendo o primeiro ataque a interesses norte-americanos no Iraque desde a reunião entre o premiê iraquiano e o presidente Biden.

A Zona Verde na capital iraquiana, Bagdá, onde fica a embaixada dos EUA, foi atingida por foguetes, segundo informou a agência Shafaq, citando uma fonte nos órgãos de segurança locais.

O bombardeio foi realizado com dois mísseis disparados de um lançador múltiplo de foguetes Katyusha, conforme a mídia.
O sistema de defesa antiaérea C-RAM não conseguiu interceptar os mísseis a uma distância suficiente, por isso muitos destroços caíram sobre um carro e uma casa na área de Al-Mansour. Não foi informado sobre vítimas do ataque aéreo.

Este é o primeiro ataque a interesses norte-americanos no Iraque desde a reunião entre o primeiro-ministro Mustafa Al-Kadhimi, e o presidente dos EUA, Joe Biden, na Casa Branca. Após o encontro, os governos dos dois países divulgaram um comunicado conjunto, informando que não haverá forças dos EUA em missões de combate no Iraque após 31 de dezembro deste ano.

Desde o início de 2021, as missões norte-americanas no Iraque, incluindo a embaixada em Bagdá, as bases militares usadas por tropas americanas e os aeroportos de Bagdá e Arbil foram alvo de cerca de 50 ataques armados, de acordo com a mídia.

A Zona Verde de Bagdá, bem como o aeroporto internacional, junto com o aeródromo militar ao lado, são regularmente atingidos por foguetes de lançadores improvisados.

............

308


Envie seu comentário

Seu e-mail não poderá ser publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

*